,

Pesquisa personalizada
User-agent: Mediapartners-Google* Disallow:
Mostrando postagens com marcador frutas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador frutas. Mostrar todas as postagens

27 de abr de 2017

Arroz sem Glúten

-->
INGREDIENTES:
1 xícara (chá) de arroz cru (210 g)
200ml de iogurte natural (1 xícara de chá)
3⁄4 xícara (chá) de óleo (180 ml)
4 ovos
1 xícara (chá) de açúcar (200 g)
50g de coco ralado (½ xícara de chá)
50g de queijo parmesão ralado (½ xícara de chá)
1 colher (sopa) de fermento em pó


MODO DE PREPARO
Em uma tigela coloque 1 xícara (chá) de arroz cru, cubra com água e deixe de molho por 3 horas.
Depois deste tempo escorra o arroz, transfira para o liquidificador, junte 200 ml de iogurte natural, ¾ xícara (chá) de óleo e bata bem até dissolver o arroz.
Com o liquidificador ainda ligado, acrescente 4 ovos, 1 xícara (chá) de açúcar, 50 g de coco ralado, 50 g de queijo parmesão ralado e bata bem.
Adicione 1 colher (sopa) de fermento em pó e bata somente para misturar.
Despeje a massa em uma forma de pudim (20 cm de diâmetro na parte menor X 24 cm de diâmetro na parte maior x 7 cm de altura) untada e leve para assar em forno médio preaquecido a 180°C por +/- 30 minutos.
Retire do forno e deixe esfriar. Desenforme e sirva em seguida.

Pastel de Angu - O Chef

ngredientes
-------------------------------------------------------
750 g (6 xícaras) de fubá
1 litro e 200 ml (5 xícaras) de água
80 g (1/2 xícara) de polvilho azedo
1 ovo
2 colheres (sopa) de óleo
1 colher (sopa) de sal

Preparo
-------------------------------------------------------
Peneire
o fubá. Isso é importante pra massa ficar bem lisinha. Coloque a água
pra ferver. Nela misture o óleo e o sal. Assim que ferver junte o fubá
na panela e comece a mexer. Parece que vai dar tudo errado mas é assim
mesmo, é tipo fazer um angu beeeem consistente. Mexa ali por cerca de um
minuto só. Não é preciso cozinhar o fubá, só fazer virar uma massa meio
estranha mesmo. Passe essa massa pra uma bancada e abra-a um pouco com
ajuda de uma colher. Assim que já der pra colocar a mão na massa sem ela
estar muito quente (uns 5 minutos depois), junte o ovo e o polvilho e
comece a sovar. É meio grudento e quebradiço, mas rapidamente vira uma
massa. Faça um rolo com ela e cubra com um pano de prato úmido. Vá
pegando pedaços e faça bolinhas com a mão. Vá apertando as bolinhas com
os dedos pra abrir a massa, abrindo “conchinhas”. Recheie como quiser e
feche, apertando bem as beiradas e utilizando um garfo para fazer o
acabamento.

Frite em óleo quente. O ideal é que a quantidade de
óleo cubra os pastéis. Frite uns 3 a 4 por vez e escorra em papel
absorvente. Sirva a seguir, quente. Essa quantidade da receita rende
bastante, cerca de 20 pastéis médios, então se quiser faça tudo de uma
vez e congele uma parte sem fritar.

Sugestões de recheios
-------------------------------------------------------

carne:
500 g de carne moída
1 cebola picada
1 tomate picado
3 dentes de alho picados
sal, pimenta do reino e azeite

Refogue
a cebola no azeite até transparentar. Junte o alho e em seguida a
carne. Mexa bem pra ficar soltinha e cozinhar. Junte o tomate. Tempere
com sal e pimenta. Tente deixar o recheio sem caldo nenhum, somente
úmido, pois a massa pede recheio mais secos.

queijo prato:
500 g de queijo prato

Rale o queijo e use-o como recheio. Gosto de adicionar um pouquinho de pimenta calabresa pra dar um toque picante.


-->

$00.00
Descriptions…

26 de abr de 2017

Smoothie de Rambutan com Banana

-->

Smoothie de Rambutan com Banana

Ingredientes
- 5 Rambutans sem casca e sem pele
- 1/2 banana 
- 100ml de leite de coco light
- 2 folhas de hortelã
- 5 pedras de gelo
Modo de preparo
Bata todos os ingredientes no liquidificador. Sirva decorando com    
uma folhinha de hortelã.











Ingredientes
- 5 Rambutans sem casca e sem pele
- 1/2 banana 
- 100ml de leite de coco light
- 2 folhas de hortelã
- 5 pedras de gelo
Modo de preparo
Bata todos os ingredientes no liquidificador. Sirva decorando com    
uma folhinha de hortelã.

Rambutã

-->
Rambutã
Nove frutas e legumes exóticos
Região: Estados Unidos, México, Guatemala e Honduras
Como se come: com as mãos ou em sobremesas
Sabor: Doce, suculento e ligeiramente ácido. Entre um morango e uma uva moscatel
Os rambutãs são abundantes no Sudeste Asiático, sobretudo na Tailândia. Tem cor avermelhada (podendo ser encontrado, raramente, em tons de amarelo e laranja), com uma casca dura revestida de espinhos tenros, parecendo ouriços. Contém apenas um caroço tóxico que não deve nunca ser consumido. O Seu interior assemelha-se ao da lichia.
Nove frutas e legumes exóticos
Estes frutos são repletos de vitamina C, cálcio, proteínas, ferro e fibras. Também contém niacina – vitamina B3 – que reduz o colesterol ruim e aumenta o bom. Suas cascas são cheias de nutrientes que podem ser usados para tratar doenças como diabetes, fadiga e inchaço.

PALMITO EM CONSERVA / HOW PALMITO CANNED

COMO FAZER PALMITO EM CONSERVA /

Descasque tirando as cascas duras até o ponto de cortar com facilidade,coloque em água de sal e cozinhe .
coloque em vidros bem tampados. Dai galera, esse vídeo mostra como descascar o palmito in natura,e fazer conserva,veja!

Contém cálcio,ferro,fósforo,potássio,magnésio,vitamina A,vitamina B, vitamina C.
Valores nutricionais:
23 kcal,4,3g de carboidrato,1,8g de proteinas,3,2g de fibra alimentar e 5,4 mg de sódio.

22 de abr de 2017

trufas brancas?O que são e de onde vem


Imagem: divulgação
Imagem: divulgação

-->

O que são e de onde vem as caríssimas trufas brancas?

 

As trufas brancas são incríveis e fascinantes, principalmente pelo seu processo de criação, aquele que não existe. Elas estão no topo da lista dos ingredientes mais caros do mundo, e por isso apenas uma pequena parcela da população possui acesso. O preço do seu quilo pode chegar até 3.000 euros…
As famosas trufas brancas são fungos subterrâneos que crescem cerca de 30 centímetros do solo úmido. São selvagens, ou seja, não existe produção ou plantio das trufas, e por isso fazem dela um ingrediente fantástico. O fungo se reproduz sozinho, sofrendo os efeitos da natureza, em simbiose com as arvores. É perto das raízes de alguns tipos de arvores que elas se encontram, e dependem de chuva e frio para uma boa safra.
O terroir é fundamental para as trufas, e são da Itália, mais precisamente na Toscana e em Alba, as melhores e quase que únicas trufas brancas do mundo. A província de Pisa, na Toscana, possui um solo livre de resíduo industrial, e baixíssima polução, fazendo da trufa mais pura e saborosa. Esses cogumelos mais caros do mundo dependem totalmente da natureza para a sua formação, pois com o tempo de frio, a trufa que está embaixo, no solo, conserva mais seu aroma e as várias propriedades que possui. No tempo de calor, e principalmente quando está seco, o seu perfume, e gosto se perdem. Várias pesquisas foram feitas, e até hoje não existe uma explicação técnica para o crescimento natural das trufas.
Por ser selvagem, é preciso caças as trufas brancas, e por isso o seu preço é bastante caro. A caça de trufas com porcos foi extinta há quase 1 século, pois apesar deles terem um faro excelente, era quase impossível evitar que os animais comessem as trufas que encontravam na terra. Hoje a caça a trufa é feita com cães, criados com extremo carinho, e muito bem treinados para a função. O cão não pode ser muito alto, pois o nariz fica muito distante do solo, e precisa ser resistente, pois duram horas uma caça as trufas. Um bom cão farejador é essencial para encontrar as trufas, pois em eles é impossível acha-las. Os caçadores de trufas andam com instrumentos próprios para extrair as trufas do solo, sem danifica-las.
Caçador de trufa e seu cão muito bem treinado para a função
De cor levemente dourada, formato irregular, e superfície lisa, a trufa branca impressiona pelo sabor delicado e aroma imponente. São vendidas a preço de diamante, por só “aparecerem” em uma época durante o ano, entre fim de setembro a meados de dezembro. Na gastronomia, aparecem sempre finalizando belos pratos, e dando aquele toque de sofisticação e sabor marcante. Não podem ir ao fogo, pois o sabor e aroma característicos “somem.” O ideal é serem consumidas cruas e cortadas em laminas finas, colocando sobre os alimentos. Duram cerca de 10 dias após a extração do solo, e para aumentar o seu tempo de durabilidade, foram criados azeites, manteigas, patês e etc.
Chega a ser inacreditável o poder que a natureza possui, a ponto de “criar” um ingrediente maravilhoso, e que ninguém imagina como se desenvolve. Não se sabe se naquele mesmo lugar que já foi encontrado uma trufa branca, será possível encontrar outra, pois a natureza é imprevisível. É isso que faz da trufa branca um ingrediente almejado por todos, e que justamente possui um preço muito caro.
Trufa branca não se planta, não se colhe e muito menos se produz. Trufa branca se espera da fantástica natureza e seus segredos…
VIDEO – Como é a caça das famosas e caras trufas brancas

brasileiros grande maioria prefere comer frutas

-->

Preferencias dos brasileiros.

Preferência Por Frutas

Uma recente pesquisa, feita para saber qual a preferência dos brasileiros em relação à escolha de suas sobremesas, revelou que a grande maioria prefere comer frutas. De acordo ainda com o estudo, as outras opções foram os chocolates, gelatinas, doces e pudim. Ao contrário do que se pensava, que a população do Brasil preferia musses, tortas ou bolos confeitados, são as frutas que conseguem cada vez mais espaço na mesa das pessoas.



Receita
As Frutas Preferidas Pelos Brasileiros Os pesquisadores informaram que, as frutas mais consumidas diariamente pelos brasileiros, são as maças, melões, abacaxis, bananas, uvas, mamões e laranjas, que geralmente são ingeridas, depois das refeições, normalmente o almoço, na proporção de um para cada quatro brasileiros. Essa estatística foi feita com base na pesquisa da Associação Brasileira de Nutrologia, feita com cerca de duas mil e setecentas pessoas, na faixa etária de dezoito a oitenta anos. Esses dados coletados são importantes, pois ajudam a identificar melhor, os modelos de consumo de cada região brasileira, e como a população se alimenta.

Preferências por Regiões Foi feito também o registro das preferências por cada região. Os estados de São Paulo, Ceará, Distrito Federal e Santa Catarina, indicaram as frutas como a primeira opção para a sobremesa. Já os estados de Goiás e Minas Gerais, a escolhafoi por doce de leite. No Rio Grande do Sul,a gelatina foi a preferida, e no Paraná, o chocolate foi a sobremesa mais escolhida. Mas apesar de algumas regiões, citarem doces como opções, também falaram sobrefrutas como segunda escolha. O Rio de Janeiro,que apresenta o maior índice de sobrepeso, segundo o Ministério da Saúde, as sobremesas escolhidas foram doce de leite, torta e pudim.



Bolo
Preocupação com o Peso Esse estudo realizado, também relacionou a satisfação com o peso, e o consumo de sobremesas, apontando como resultado que, quanto mais alimentações acompanhadas de sobremesas por dia os brasileiros fazem, mais insatisfeitos eles ficam com o peso corporal.No entanto, as pessoas que revelaram tentar comer menos nas refeições, reduzindo ou até eliminando as sobremesas, normalmente estavam mais contentes com suas medidas.Outro dado revelado pela pesquisa, é que os indivíduos que concentram maior quantidade de alimentos, consumidos no café da manhã e no almoço,se alimentando com menores porções no período da noite, sentem-se mais satisfeitos com o corpo.



Opções de Sobremesa Dos Brasileiros
Hábito da Sobremesa De acordo com nutrólogos, o ser humano já nasce com uma pré-disposição para gostar de doces, pois o líquido amniótico dentro do organismo materno, apresenta esse sabor. Com o passar do tempo, cria-se o hábito das mães oferecerem uma fruta ou doce, depois da alimentação salgada. Quando a criança se torna adulta, a sensação de estresse aumenta a vontade de consumir doces, pois há uma queda de triptofano, que é precursor do hormônio do prazer, chamado serotonina. Quando a pessoa consome o doce, seu organismo libera a insulina, que aumenta a produção do triptofano e da serotonina, proporcionando a sensação de bem-estar ao indivíduo.
Salete Dias

vinhos mais caros da Argentina

-->
vinhos mais caros da Argentina

O jornalista Juan Diego Wasilevsky publicou no site iProfessional.com uma relação dos 10 vinhos mais caros da Argentina.


A classificação foi feita considerando as safras dos últimos anos e somente os itens que ainda podem ser encontrados em restaurantes e lojas de vinho.






1º – Estiba Reservada 1997


Produtor: Bodega Catena Zapata
Castas: 100% Cabernet Sauvignon
Preço: AR$ 1.600 (R$ 736)





2º – Alto 1998


Produtor: Bodega Alta Vista
Castas: 80% Malbec, 20% Cabernet Sauvignon
Preço: AR$ 1.500 (R$ 690)





3º – Última Hoja 2006


Produtor: Bressia Casa de Vinos
Castas: não divulgado
Preço: AR$ 1.300 (R$ 598)





4º – Conjuro 2003


Produtor: Bressia Casa de Vinos
Castas: Malbec, Cabernet Sauvignon e Merlot
Preço: AR$ 950 (R$ 437)





5º – Nico


Produtor: Viña Cobos
Castas: 60% Cabernet Sauvignon e 40% Malbec
Preço: AR$ 760 (R$ 350)





6º – Doña Paula Selección de Bodega Malbec


Produtor: Bodega Doña Paula
Castas: 100% Malbec
Preço: AR$ 700 (R$ 322)





7º – Ícono


Produtor: Bodega Luigi Bosca
Castas: Malbec e Cabernet Sauvignon
Preço: AR$ 700 (R$ 322)





8º – Brote Negro 2006


Produtor: Viña Alicia
Castas: 100% Malbec
Preço: AR$ 700 (R$ 322)





9º – Viña Cobos Malbec


Produtor: Viña Cobos
Castas: 100% Malbec
Preço: AR$ 665 (R$ 306)





10º – Cuarzo 2006


Produtor: Viña Alicia
Castas: 90% Petit Verdot, 5% Grenache Noir e 5% Carignan
Preço: AR$ 660 (R$ 304)
Fonte: Enoeventos

sorbet é uma iguaria gelada feita à base de frutas

-->

Sorbet: uma boa pedida para os dias de calor


Sorbet de limão, lima e hortelã*
por Tiago Mesquita

Para quem ainda não conhece, um sorbet é uma iguaria gelada feita à base de frutas. Tipo um irmão do sorvete, com algumas diferenças: é preparado com água e não contém gorduras. Os sorbets são lights por excelência, ideais para quem não quer ganhar peso.

A história do sorbet remonta à Europa, cerca de 500 a.C., época em que o vinho começou a ser misturado à neve das montanhas. Mas foram os chineses, utilizando algas marinhas, os primeiros a encontrar uma forma de manter o suco de frutas gelado e endurecido.

Diferentemente do sorvete, seu parente próximo destinado para a sobremesa, os sorbets são indicados para compor a refeição. Os franceses costumavam servir o sorbet como um entremets, ou seja, um entrepratos. Entre um prato e outro, um sorbet para limpar o paladar.

O sorbet é realmente simples. Uma receita preparada basicamente de gelo, suco de fruta e açúcar. Pode ser preparado com todo tipo de frutas. Mas nossa receita de hoje é com limão e lima, juntos com um toque especial de hortelã.

Nada calórico, muito saboroso e totalmente refrescante. O sorbet é uma receita que cai bem a qualquer hora. Principalmente nos dias mais quentes.

***
Um Breve Comentário sobre o texto acima:

A Palavra "sorbet" é derivada do italiano, "Sorbetto". O sorbet é originário do Oriente. Foi introduzido na Pérsia e na Arábia pelos chineses e, mais tarde , árabes e persas o levaram para a Itália. Ele é feito com frutas cítricas, vinho, licor, açúcar e água. Sua massa é preparada sem gordura, creme ou gema de ovo e é resfriada sem ser batida.

Há três tipos diferentes de sorbet:

Sorbet - possui uma quantidade acentuada de vinho e licor

Spoom - Sorbet em que a massa é mais espumosa

Graint - os pequenos cristais de gelo da massa são quase líquidos

Como servir o Sorbet:

É servido antes do prato principal em uma quantidade de 2/3 da taça de champanhe. Sua forma ponteada passa 1 cm da borda do copo. A taça já preparada é colocado sobre um prato médio com doly e servido com uma colher média pelo lado direito do cliente.

Algumas receitas de Sorbet:

Sorbet de limão, lima e hortelã

Ingredientes
1000g de açúcar
550 ml de água
raspas e suco de 10 limas
raspas e suco de 5 limões
1 maço de hortelã fresco
1clara

Rendimento: 8porções

Modo de preparo
Coloque o açúcar e a água em uma panela, mexa até ferver e espere engrossar por aproximadamente 5 minutos. Tire do fogo e deixe esfriar. No liquidificador, coloque a calda fria, a clara, os sucos e bata por 1 minuto. Desligue, acrescente a hortelã picada, as raspas e misture manualmente. Coloque a massa em um pote, revestido de plástico, deixando 1/3 de espaço livre para crescer. Feche com o plástico, tampe e coloque no congelador.
Dica: um sorbet leva aproximadamente 2 horas para ficar pronto. Gire o pote a cada 1/2 hora, para facilitar o processo.


Sorbet de lima-da-pérsia com cachaça

Ingredientes:
1 litro de suco de lima-da-pérsia
1 xícara (chá) de cachaça
2/3 de xícara (chá) de açúcar
3/4 de xícara (chá) de suco de limão

Rendimento: 10 porções

Modo de preparo:
Bata todos os ingredientes no liquidificador. Coloque em uma tigela rasa e leve ao congelador por no mínimo seis horas. Minutos antes de servir retire a mistura do congelador e raspe com uma colher ou garfo. Sirva em taças.


Abacaxi em Calda com Sorbet de Limão



Ingredientes:
1 abacaxi
250 ml de água
150gr de açúcar
1 pau de canela
1 limão
1 colher de café de aroma de baunilha
1 cálice de vinho do porto
sorbet de limão
folhas de hortelã para enfeitar

Preparação:
Faça uma calda com a água, o açúcar, o sumo de limão e a sua casca, o pau de canela, o aroma da baunilha e o vinho do porto.
Leve ao lume durante 15 minutos. Reserve.
Entretanto descasque o abacaxi e corte-o em rodelas finas. Disponha depois as rodelas num prato fundo e cubra com a calda previamente preparada. Leve ao frigorífico de um dia para o outro ou durante algumas horas.
Na altura de servir, distribua 2 rodelas pelos pratos e cubra com um pouco de calda. Coloque por cima do abacaxi uma bola do sorbet de limão e enfeite com umas folhinhas de hortelã.
Sirva de imediato.

Sorbet de Limão



Ingredientes:
1 xícara de açúcar
1 e 3/4 de xícara de água
1 xícara de suco de limão
1 clara
8 colheres (de sopa) de licor de laranja, vodca ou champanhe

Modo de preparo:
Em uma panela, em fogo forte, dissolva o açúcar na água. Depois de levantar fervura, cozinhe por 4 minutos. Acrescente o suco de limão, a água e a clara e mexa. Coloque no congelador até endurecer. Tire e deixe à temperatura ambiente por 30 minutos.
Bata no liquidificador e volte ao congelador por mais 30 minutos. Sirva em taças com uma colher (de sopa) de licor de laranja, vodca ou champanhe.
Dica:
Decore as taças com raspas e tirinhas de limão ou laranja.
O sorbet é feito com suco de fruta, açúcar e, às vezes, uma bebida alcoólica. É servido para limpar o paladar entre pratos salgados ou como sobremesa.

Sorbet de Manga

Ingredientes (para 2 pessoas)
1 manga graúda
suco coado de 1 limão
2 colheres de sopa de açúcar
1/2 colher de café de canela em pó
2 laranjas
2 colheres de sopa de licor de laranja
1 colher de sopa de açúcar de confeiteiro
4 ramos de hortelã com as flores

Tempo de preparo: 35 minutos, mais o tempo de resfriamento

Modo de preparo:
Descasque a manga e elimine o caroço. Bata a polpa no liquidificador com 2 colheres de sopa de água, o açúcar e o suco de limão.

Coe o purê obtido e despeje-o numa vasilha, juntando a canela em pó. Misture bem, coloque o composto na sorveteira e siga as instruções do manual da máquina.

Lave e seque as laranjas e descasque-as ao vivo, ou seja, eliminando a pele branca e a casca. Corte-a em gomos, descartando o bagaço, e regue-os com o licor de laranja.

Distribua os gomos de laranja em pratos individuais, arrume sobre eles as bolas de sorbet feitas com o boleador e pulverize tudo com o açúcar de confeiteiro. Guarneça com as folhas e flores de hortelã, bem lavadas e secas. Sirva imediatamente.

Sorbet de Melância
Ingredientes:

1/3 xícara de açúcar
¼ xícara de água
1/3 xícara de karo
1 colher (sopa) de suco de limão
2 xícaras de melancia batidas no liquidificador.

Modo de preparo:

Coloque em uma panela açúcar, água, karo e leve ao fogo para que o açúcar dissolva, ferva por 5 minutos.
Retire do fogo, deixe esfriar, acrescente o purê de melância, suco de limão e misture bem.
Coloque na maquina elétrica para sorvetes e processe conforme as instruções do fabricante.
Caso não possua o aparelho, coloque a mistura em forminhas de gelo e leve ao congelador;
quando estiverem congeladas coloque em um processador e processe para obter uma textura de gelo bem triturado parecido com raspadinha.
Coloque em uma tigela e leve novamente ao freezer.
Deixe a mistura firmar novamente e sirva em taças.

Receita de Sorbet de abacaxi

Espetinhos de abacaxi com sorbet e mel de engenho
Rendimento: 6 porções
Tempo: 45 minutos

Ingredientes
4 fatias de abacaxi (1 cm de espessura)
50 g de manteiga
1 colher (sopa) de mel
1 pitada de canela em pó
50 ml mel de engenho
Gotas de limão
6 bolas de sorbet de limão
Folhas de hortelã para decorar

Preparo:
Abacaxi grelhado
Retire o miolo das fatias de abacaxi e corte-as em pedaços do mesmo tamanho. Reserve. Derreta a manteiga em uma frigideira antiaderente e doure os pedaços de abacaxi de todos os lados. Adicione o mel e cozinhe até o abacaxi caramelizar, ou seja, ficar bem dourado. Retire do fogo e polvilhe um pouco de canela por cima. Finque os pedaços de abacaxi nos espetinhos de madeira (encontrados em casas de produtos orientais).
Calda de especiarias
Coloque todos os ingredientes em uma panela. Misture e ferva em fogo baixo por aproximadamente 10 minutos ou até que a mistura engrosse um pouco. Deixe esfriar e use.
Montagem
Coloque cada espetinho em um prato, ponha uma bola de sorbet de limão ao lado e regue com um pouco da calda de mel de engenho. Enfeite com um galinho de hortelã ou hortelã picada. Sirva imediatamente.
Mel-de-engenho é a fase de fabricação do açúcar imediatamente anterior à sua cristalização. Da cana-de-açúcar, quando moída, se extrai o caldo de cana. Este é levado a aquecimento lento, para evaporação e concentração do açúcar.
A última fase, de alta concentração de sacarose é, então, posta para cristalização. O mel-de-engenho é também comercializado na forma líquida, sendo, para tanto retirado antes do ponto, ou seja, quando seu resfriamento ainda não provoca a cristalização da sacarose.




* Texto extraído do site http://www.vivaviver.com.br/gastronomia/sorbet_de_limao_lima_e_hortela_muito_sabor_e_pouquissimas_calorias/239/

19 de abr de 2017

Emagrecer Rapidamente dieta 21 dias

-->
$00.00

Método Cientificamente Comprovado Para Você Perder de 5 à 10kg em Apenas 21 dias: 100% Garantido!

 

 

17 de abr de 2017

Como abrir e descascar coco

Como abrir e descascar coco (maneira prática)

Como abrir e descascar coco
Eu uso muito coco aqui em casa, prefiro ele ao leite de coco vendido nos supermercados em garrafinhas. Acho mais saboroso e quando posso, sempre substituo ingredientes industrializados por produtos naturais.
E aqui, tem a questão de que não encontro o coco partido e até descascado e ralado na feira para comprar, como em outros lugares do Brasil.
Então, compro o coco seco no supermercado ou na feira e abro. Bem, esta forma que abro coco, eu acho muito prática, mas é mais demorado do que se você quebrar jogando no chão ou usando um martelo. Como moro em apartamento não posso jogar o coco no chão e não tenho a manha de segurar o coco e bater com o martelo, acho que assim, corro o risco de perder uns dedos, kkkk.
Por isso, acho essa maneira que uso, bem prática. Eu aproveito quando vou ligar o forno para fazer alguma receita e aí coloco o coco, depois guardo no freezer para usar quando eu for precisar.
Veja como faço:

Como abrir e descascar coco
Passo a passo:
1 – Com um saca-rolha faça um furo em um dos “olhos” do coco. Todo coco tem 3 “olhos” e sempre tem um que é mais fácil de furar.
2 – Aumente o furo com a ajuda de um espetinho de madeira, isso ajuda com que a água saia mais rapidamente.
3 – Retire a água do coco. Essa água não é tão doce, mas aqui em casa todos gostamos de tomar.
4 – Coloque o coco no forno aquecido (no alto) por uns 15 a 20 minutos (ou até ele rachar).
5 – Deixe o coco esfriar um pouquinho e retire a casca mais dura. Muitas vezes essa casca já sai sozinha, se não sair enfie uma faquinha para ajudar a desprender.
6 – Algumas vezes o coco também já sai sem a casca mais escura e só precisa descascar alguns locais onde ela ficou.
7 – Para retirar a casca de dentro do coco, a casca mais escura eu prefiro usar o descascador de legumes, acho mais fácil do que descascar com a faca.
Observação: Eu faço isso com dois, três cocos de uma vez. Depois corto em pedaços menores, coloco em um saco plastico e deixo no freezer, assim quando preciso, vou lá e pego a quantidade que vou usar.
-->

18 de ago de 2014

Vinho de Rato - Iguaria Chinesa cura para quase qualquer doença imaginável

--> Tudo o que os profissionais de beleza precisam saber sobre cabelos e cosméticos, além das novidades do mercado. nossa loja -http://ecabelos.mercadoshops.com.br/ face -https://www.facebook.com/ecabelos Qual seria a substância mais nojenta que você poderia imaginar em um vinho? Tenho certeza que filhotes de rato não estão entre elas. Mas acredite que esta é uma bebida tradicional na China. Ela nada mais é do que o afogamento de ratinhos vivos com, no máximo, três dias de idade. 
Depois de fermentar por um ano,

Vinho de Rato - Iguaria Chinesa

Qual seria a substância mais nojenta que você poderia imaginar em um vinho? Tenho certeza que filhotes de rato não estão entre elas. Mas acredite que esta é uma bebida tradicional na China. Ela nada mais é do que o afogamento de ratinhos vivos com, no máximo, três dias de idade. 
Depois de fermentar por um ano, ele está pronto para ser consumido. Segundo a crença chinesa local, o vinho de rato é útil na cura para quase qualquer doença imaginável, incluindo asma e problemas no fígado, entre outras.
Eles acreditam que este vinho faz bem a saúde...um tipo de fortificante 
Tome doses diárias que você melhora sua saúde.
São vendidas até em super mercados.
Prefiro um vinho São Tomé  viu rsrsrsrs

Abraços e até a próximaele está pronto para ser consumido. Segundo a crença chinesa local, o vinho de rato é útil na cura para quase qualquer doença imaginável, incluindo asma e problemas no fígado, entre outras.
Eles acreditam que este vinho faz bem a saúde...um tipo de fortificante 
Tome doses diárias que você melhora sua saúde.
São vendidas até em super mercados.
Prefiro um vinho São Tomé  viu rsrsrsrs

Abraços e até a próxima

Hákarl - Iguaria da Islândia.

--> Tudo o que os profissionais de beleza precisam saber sobre cabelos e cosméticos, além das novidades do mercado. nossa loja -http://ecabelos.mercadoshops.com.br/ face -https://www.facebook.com/ecabelos

Hákarl - Iguaria da Islândia.(Carne de Tubarão podre)

Para quem acha quem acha que já comeu de tudo nesta vida, ainda não viu nada.
O tubarão utilizado, o tubarão-da-groenlândia, é, em si, venenoso, quando se encontra fresco, produzindo efeitos semelhantes a uma embriaguez extrema, devido a uma concentração elevada de ácido úrico. Mas, pode ser consumido após cozedura em várias águas ou após ser enterrado para putrefacção durante vários meses, sendo exposto a vários ciclos de congelação e descongelação.
Possui um cheiro intenso de amoníaco, não muito diferente de muitos produtos de limpeza. É normalmente servido em cubos com um palito e consumido acompanhado por cálices da aguardente local, denominada brennivín. O consumo de hákarl é frequentemente associado a robustez e força.
Trata-se em parte de um alimento de gosto adquirido, que necessita de algum tempo para a habituação. Aconselha-se aos principiantes que tapem o nariz ao tentarem ingerir o primeiro pedaço, de forma a evitarem o surgimento de vómitos, devido ao odor intenso.
Pode possuir uma cor avermelhada ou branca. O hákarl, em especial a variedade vermelha, é considerado de digestão fácil para pessoas com úlceras.
A preparação tradicional do hákarl começa com o corte em pedaços da carne do tubarão. Em seguida, a carne é enterrada com pedras, para apodrecer entre 6 a 12 semanas, dependendo da estação, para depois ser pendurada a secar numa cabana, durante 2 a 4 meses. Durante a secagem, o tubarão desenvolve uma crosta acastanhada, que é removida antes de servir. O método moderno consiste em comprimir a carne do tubarão num contentor de plástico de grandes dimensões.
Bom resumindo.... você vai para Groelândia e come uma carne podre e fedida.
O hákarl é carne de tubarão decomposta. O tubarão fica enterrado para fermentar em seus próprios fluidos durante vários meses, em seguida, é cortado em tiras e pendurado para secar.

Alguém teria coragem?

Abraços e até a próxima.

Postagens populares

Minha lista de blogs

tang

Abobora Doce Recheada Adimito Amendoas Bacalhoada Bolinho Caranguejo Bolinho Recheado Queijo Bolos Decorados Mecanico Calda Manjar Carne Receita Cerveja Creme De Maca Croqueta Frango Presunto Feito Cuscuz Marroquino Folhadinhos Rapidos Gelatina Abacaxi Hoteis Inquilinato Laranja Morangos Licor Ameixa Macas Glaceadas Massa Leitao Massas Yakisoba Menus Dia Namorados Microondas Pao Molho Requeijao Frango Molhos Especial Tender Muffins De Halloween Paelha Marisco Panquecas Ovos Pate De Caviar Pessego Receitas De Pimenta Limao Polpa Manga Receitas Castanhas Portuguesas Receitas Cheesecake Receitas Rapidas Natal Repolho Crespo Risotto Pato Saladas Vinaigrette Sobremesas De Copinhos Sopa Arroz Feijao Sopa Courgette Sorvetes De Damasco Souvlaki Spaghetti Receitas Tarte Espinafres Frango Tarte Fruta Natas Tomates Forno Video Racao Humana