PESQUISE AQUI








Pesquisa personalizada






Mostrando postagens com marcador molhos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador molhos. Mostrar todas as postagens

1 de mai de 2017

CARNES e similares

-->

CARNES

Temperaturas recomendadas
Carnes refrigeradas: até 10ºC, no máximo. Preferencialmente até 4ºC.
Carnes congeladas: -18ºC com tolerância até -12ºC.
Frios e embutidos industrializados: até 10ºC ou de acordo com o fabricante.
Produtos salgados, curados ou defumados: temperatura ambiente ou recomendada pelo fabricante
Voltar

Carnes Bovina e similares
Quando frescas, são compactas, apresentam gordura branca e firme, cor vermelho-brilhante e cheiro agradável. Não compre se a carne estiver escura ou esverdeada (ou outras cores estranhas ao produto), o cheiro for desagradável e não houver origem determinada e carimbo de inspeção do Ministério da Agricultura, denominado Serviço de Inspeção Federal (SIF).
Não deve haver formação de gelo superficial, água dentro da embalagem nem sinal de re-congelamento (gelo de cor avermelhada). A consistência deve ser firme, não amolecida, nem pegajosa; com odor característico.
Voltar

Carnes Suínas e similares
Devem ser recebidas de preferência congeladas; não deve haver formação de gelo superficial ou entre as peças nem água dentro da embalagem ou qualquer sinal de re-congelamento (gelo avermelhado). A consistência deve ser firme, não amolecida, nem pegajosa; com odor característico.
A cor característica é vermelho pálida. Não deve apresentar escurecimento ou manchas esverdeadas e/ou outras cores estranhas ao produto; deve-se observar se há formações redondas brancas de cisticercos, semelhantes a "canjicas".
Voltar

Aves
Estão boas quando a cor da pele variar do branco ao amarelo rosado (sem escurecimento, manchas esverdeadas ou outras colorações estranhas), a superfície for brilhante e firme ao tato. Verifique o carimbo de inspeção (SIF) e a validade.Não deve haver formação de gelo entre ou sobre as peças; água dentro da embalagem, nem sinal de re-congelamento (gelo avermelhado). A consistência deve ser firme, não amolecida, nem pegajosa; com odor característico.
Voltar
Miúdos (coração, fígado, rins, língua)
Estão bons quando a superfície é brilhante, firme ao tato e a cor é regular, sem pontos brancos. É importante também que não haja mau cheiro.
Voltar
Embutidos
Não deve haver formação de gelo sobre ou entre as peças, água dentro da embalagem, nem sinal de re-congelamento.
A consistência deve ser firme, não pegajosa, com odor característico, sem odor de ranço; com a cor característica de cada classe, sem manchas pardacentas, esbranquiçadas, verdes ou cinzas.
Voltar

Peixes
Estão frescos quando os olhos estão arredondados, brilhantes e salientes; as guelras vermelhas, úmidas e intactas; a carne presa à espinha, a pele brilhante, o ventre desinchado, as escamas bem aderidas e brilhantes e o cheiro suave. Se você apertar a carne, ela deve voltar à posição rapidamente. A cor característica dos filés geralmente é branca ou ligeiramente rósea.

Se embalado, não deve haver água dentro da embalagem, nem sinal de re-congelamento. Pescados salgados, curados ou defumados devem estar em temperatura ambiente, desde que especificado na embalagem.
Voltar

Camarão
Não deve haver formação de cristais de gelo ou água dentro da embalagem, nem sinal de re-congelamento.
O corpo deve se apresentar curvo, não deixando escapar facilmente as pernas e cefalotórax. A carapaça deve ser transparente, deixando visualizar coloração dos músculos, aderente ao corpo e libertando-se sem aderências musculares, quando forçada.
Olhos na cor negra e bem destacados; com odor característico e cor rosada ou acinzentada, de acordo com a espécie, sem pigmentação estranha.
Voltar

 

Ostras, mariscos, mexilhões e vieiras
Não deve haver formação de cristais de gelo ou água dentro da embalagem, nem sinal de re-congelamento. A consistência característica é esponjosa, gelatinosa, elástica, fechadas e com grande retenção de água incolor e límpida nas conchas.
 
A carne deve estar aderida à concha e úmida; o odor deve ser o característico e a cor é cinzenta clara nas ostras e amarelada nos mexilhões e mariscos.
Lula e polvo
Não deve haver formação de cristais de gelo ou água dentro da embalagem.
Voltar
Produtos embalados


Verifique o prazo de validade e outras informações que são importantes, como ingredientes utilizados, composição nutricional, modo de conservação e de preparo.
A embalagem precisa estar perfeita. Não pode estar estufada, enferrujada, amassada ou rasgada. O produto não deve estar com a cor, cheiro ou consistência alterados.

Observe se o local de armazenamento está em boas condições, se as prateleiras estão limpas, os refrigeradores e freezeres ligados e em temperatura adequada.
Só compre produtos de origem animal com o selo de garantia do Serviço de Inspeção Federal (SIF), do Ministério da Agricultura.

O produtor e/ou indústria devem estar identificados no rótulo, assim como o número de registro do estabelecimento. Se houver qualquer dúvida sobre o uso e conservação do produto, consulte o serviço de orientação ao cliente do local de venda e da indústria

Branquear Alimentos.pra que branquear os legumes e verduras

-->
para as verduras não escurecer
O que é Branquear?
Branquear é uma técnica útil com várias funções. É usada para preparar legumes crus para uma cocção final posterior – por exemplo, se for fritá-los sem gordura ou salteá-los e quiser fazer alguma preparação prévia – e para congelar.
Branquear inibe a ação de enzimas que pode ocorrer durante o congelamento, deixando os legumes em bom estado para um cozimento posterior.
Também se pode branquear para remover a casca a determinados frutos e legumes, para realçar a cor, para reduzir o amargor de legumes e para retirar o sal da carne de porco salgada e do bacon. Se quiser tornar a carne mais tenra, também tem de ser feito antes de cozinhá-la.
Branqueiam-se os alimentos fervendo-os brevemente em água e deixando-os depois repousar em água fria até estarem completamente frios. A maioria dos legumes pode ser branqueada com água fervente e muitos podem ser branqueados no vapor, o que preserva a forma e conserva mais nutrientes.
Também pode branquear no micro-ondas, mantém a cor e os nutrientes. Os tempos dependerão dos legumes e do uso que lhes dará; se quiser simplesmente descascá-los com mais facilidade, de 1 a 2 minutos é o suficiente.

22 de abr de 2017

Açafrãoqual o sabor ? não sabemos !!

-->

Açafrão qual o sabor ? não sabemos !!Ele é certamente o ingrediente mais caro do mundo,e  tudo que rola por ai é só  corante e cheiro !!
Açafrão: especiaria típica espanhola
Ele é certamente o ingrediente mais caro do mundo, e com uma das mais trabalhosas e minuciosas obtenção. O açafrão é o pistilo da flor Crocus Sativus, e possui cor lilás. Como especiaria que já chegou valer mais que o ouro, é cultivada na Ásia desde a antiguidade, e chegou na Espanha através dos árabes. Hoje é o país ibérico responsável por 70% da produção mundial, líder absoluto.
Apesar do fácil cultivo, é a extração que faz do açafrão ser extremamente caro. Manualmente o açafrão é colhido, passando na sequencia por uma secagem para conservar, e depois pronto para consumir. São necessários pistilos de aproximadamente 150 mil flores para obter 1kg da especiaria, justificando o seu valor que pode chegar até 20 mil euros. O seu sabor marcante proporciona forte cor amarelada na comida, e é ingrediente principal para pratos com o “risoto alla milanese”.


Açafrão, a especiaria que já foi mais cara que o ouro



Açafrão, a especiaria que já foi mais cara que o ouro
Se existe algum ingrediente que podemos comparar com o diamante, esse certamente é o açafrão, mas não por suas características físicas, e sim pelo seu altíssimo preço. Ingrediente fundamental na Paella espanhola e no Risoto ala Milanese o açafrão é sinônimo de luxo desde a antiguidade.
O açafrão é nada menos do que o pistilo da flor Crocus sativus, que possui cor lilás, e mede apenas 20 cm. Seu cultivo é fácil, e o alto preço se justifica pelo enorme trabalho exigido para extrair de flor em flor o pistilo. O processo de obtenção do açafrão consiste em apenas quatro etapas, mas muito trabalhosas: Cultivo, colheita, separação e secagem. Após apanhar as flores, retira-se o pistilo que possui cor vermelha. Em seguida, leva-se o pistilo para uma secagem (maneira encontrada para conservar o açafrão). Depois de feita a secagem, o açafrão original está pronto para ser usado.
Na foto, a flor Crocus Sativus e os pistilos vermelhos em destaque.
Na foto, a flor Crocus Sativus e os pistilos vermelhos em destaque.
O açafrão é e sempre foi à especiaria mais cara e fina existente. Cultivado na Ásia desde a antiguidade, foi levado para a Espanha pelos árabes há mais de mil anos, e com o passar do tempo, a Espanha se tornou a maior produtora de açafrão do mundo, com 70% da produção mundial. É cultivado também na maioria dos países do mediterrâneo, e em outros países como Irão, e Marrocos.
A época ideal para plantar a flor do açafrão, é entre junho e julho, com colheita entre outubro e novembro. Como acontece com a maioria dos ingredientes, as condições climáticas e do solo podem influenciar no sabor do açafrão, e por isso o espanhol é considerado o de melhor qualidade. Névoa e umidade são condições ideias para as flores de açafrão. Os pistilos que normalmente possuem três filamentos são extremamente aromáticos, e sua principal função é dar uma tonalidade amarelada para a comida, além de fornecer um sabor diferenciado.
As milhares de flores de açafrão formam um verdadeiro tapete lilás nos campos.
As milhares de flores de açafrão formam um verdadeiro tapete lilás nos campos. Foto: Foods From Spain
O preço do açafrão se justifica pelo intenso e minucioso trabalho manual durante o processo, principalmente na etapa de retirar o pistilo. Para 1 kg de açafrão, são necessárias 150 mil flores, tornando o produto ainda mais valorizado. Pelo alto preço e pelo grande trabalho empregado, a quantidade de falsos açafrões existentes é muito grande. Não existe açafrão barato em nenhum lugar, sendo ainda mais caros nos países que não são produtores.
Com o grama em torno de $5, e o kg variando de 3 a 20 mil euros, o açafrão é um ingrediente único e fundamental ao preparo de alguns pratos. Possui um sabor marcante, difícil até mesmo de explicar. O açafrão é resultado de um trabalho delicado, e que demanda muito volume pelo fato dos pistilos serem muito pequenos e bem leves.

Fondue Como servir e comer

-->

Fondue Como servir e comer

FONDUE
A palavra fondue é derivada do francês e significa "derreter" . Ela não é usada somente para o fondue de queijo que é derretido. Foi introduzida na gastronomia para a forma de servir as mais de 100 variedades de pratos quentes, que são preparados diretamente na mesa nos quais as porções são imersas em queijo, óleo, chocolate, geléia e uma imensa variedades de molhos salgados ou doces.
Fondue de queijo, especialidade suíça que consiste de dois queijos derretidos Emmental e Gryère, vinho branco Neuchtel, sal, pimenta e noz-moscada.
Comida rústica, ideal para um grupo de 4 a 6 pessoas e leva em média de 2 a 3 horas de serenidade para ser comido. Para facilitar o serviço, é preciso bastante espaço na mesa e é necessário que todos os acompanhamentos do prato sejam cortados em porções pequenas antes de serem servidos.
Para os fondues mais conhecidos, calcula-se em média por pessoa, sem os acompanhamentos:
     Carne 300 gramas
     Queijo 200 gramas
     Chocolate 150 gramas;
     Camarão 250 gramas.
Como servir e comer o Fondue:
Servir os molhos e os acompanhamentos são colocados no prato rústico de cerâmica que possui várias divisões. A porção já preparada é retirada cuidadosamente do garfo de fondue, colocada no prato e comida com o garfo e faca grandes. O Fondue de queijo e de fruta são levados diretamente à boca com o garfo de fondue.
Queijo: Quando o pão tiver bastante envolvido em queijo, é levado à boca com o garfo na mão direita e os acompanhamentos são comidos com o garfo e a faca grandes. Antes de colocar o queijo na panela, passar um dente de alho dentro dela com bastante força.
Carne: como a carne precisa mais tempo para fritar, é necessário que cada pessoa tenha dois garfos de fondue marcados com a mesma cor. Quando a carne fritar, será colocada no prato de cerâmica e comida junto com os acompanhamentos com o garfo e a faca grandes. (é usado um óleo vegetal com a temperatura constante de 190 . Para ele não salpicar, é colocada uma batata descascada dentro da panela)
Bebida:
É servido para acompanhar o fondue de queijo um vinho branco seco Gruner Veltiner, Neuenburger ou Waadtlander (Suíço) e para o de carne um vinho tinto seco.
Montagem da Mesa:
1.   Garfo grande do lado esquerdo;
2.   Faca grande do lado direito;
3.   Garfo de fondue de queijo ou de carne do lado direito com uma inclinação de 45;
4.   Prato rústico de fondue com divisões para os molhos e os acompanhamentos;
5.   Prato de pão, faca de manteiga e cesta com pão (exceto para o fondue de queijo);
6.   Copo de vinho branco ou tinto, 1 cm acima da faca
7.   Panela de fondue de queijo (cerâmica) ou carne (metal) com fogareiro a gás;
8.   Suficiente taças para colocar os molhos e os acompanhamentos;
9.   Pimenteiro e saleiro;
10. Guardanapo sobre o prato de pão.

Como limpar Escargot

-->

Como limpar Escargot 

 

Resultado de imagem para escargot

 Enquanto você pode comprar carne de caracol em uma lata para a preparação escargot fácil, se você estiver indo para fazer as coisas da maneira tradicional - começando com caracóis vivos - o processo de limpeza pode demorar cerca de duas semanas. Isso garante que os seus caracóis são limpo e saudável dentro e por fora antes de iniciar o processo real de cozinhá-los. No dia em que você quer servir seu escargot, a limpeza final pode demorar até quatro ou cinco horas, para planejar com antecedência é fundamental.

Instruções

1

Mantenha seus caracóis em uma banheira de plástico limpo com uma tampa e de ventilação apertada furos para a respiração. Eles precisam viver neste balde para 10 a 14 dias, permitindo que qualquer coisa desagradável que eles consumida em estado selvagem - pesticidas, especialmente - para filtrar através de seus sistemas. Fornecer seus caracóis com água e alface fresca, e armazená-los em um lugar escuro que permanece entre 55 e 75 graus Fahrenheit.
2

Pare de alimentar seus caracóis três dias antes de o plano para prepará-los, mas continuam dando-lhes água fresca. Isso limpa para fora seus intestinos com antecedência.
3

Lave seus caracóis em água fria, descartando quaisquer mortos - você pode identificá-los a partir de uma falta de movimento.
4

Encha um balde grande de plástico com água fria, mexendo em duas colheres de sopa de sal e uma de vinagre para cada 12 caracóis. O tamanho do balde depende do número de lesmas que está a preparar, embora os caracóis requerem apenas água suficiente para mantê-los completamente submerso.
5

Mergulhe os caracóis por cerca de quatro horas, drenagem e substituir a água uma vez por hora. Este processo retira muco viscoso dos caracóis, que coleta na água - substituí-lo periodicamente descarta o muco e acelera o processo. Enquanto você pode acelerar o processo usando água fervente, isso os torna lançar um grande volume de muco em apenas 10 ou 15 minutos, e faz com que seja mais difícil para manter a água e os caracóis no-lo limpo.
6

Lave seus caracóis uma última vez e despejá-los em uma panela de água fervente. Ferva-os por 10 a 15 minutos - dependendo de quantos você está preparando, você pode precisar de vários potes acontecendo ao mesmo tempo. Quando esfriar, retire os caracóis de seus escudos com uma pequena colher ou garfo, como um garfo frutos do mar.
7

Cortar fora todas as peças pretas do caracol, especialmente perto da cauda. Adiar para a receita que você está seguindo, como alguns recomendo cortar outras partes, como a cabeça, também.

Escargo Francês e a Lesma Brasileira?

-->
Escargot é a palavra em língua francesa para caracol, moluscos gastrópodes, herbívoros terrestres, principalmente as espécies usadas em culinária.

O termo "escargot" em francês ou lumachi em italiano é uma iguaria presente nos melhores restaurantes do mundo.

Espécies comestíveis

* Escargot Petit Gris - Helix aspersa - o caracol comum de jardim.
* Escargot Gross Gris (cinza grande) - Helix aspersa Máxima Taylor - o gigante da Argélia.
* Escargot Gros blanc (grande branco) - Helix pomatia Linné - o caracol dos vinhedos ou escargot de Bourgogne.
* Escargot turco (ou dos bosques) - Helix lucorum Linné.
* Escargot africano - Achatina fulica ou Caramujo-gigante-africano - o maior escargot terrestre.

O preparo

Em geral, os escargots da borgonha são colocados em jejum por cerca de 5 dias. Durante esse período e dependendo do criador, os animais a serão alimentados apenas com água, vinho branco ou ervas aromáticas como agrião, salsa, cebolinha.


Obs.: Como o escargot de jardim - o caracol comum que vive entre as plantas - é comestível, acredito que as adoráveis lesmas que vivem no seu pátio pertençam a esta honorável família.

18 de abr de 2017

a cura: Guia fácil para montar seu cardápio low carb e ema...





Guia fácil para montar seu cardápio low carb e emagrecer sem passar fome




Guia fácil para montar seu cardápio low carb e emagrecer sem passar fome

 

Com bastante frequência recebo algum contato de pessoas pedindo um cardápio low carb com café da manhã, almoço e jantar para seguir.

Eu entendo: estamos acostumados com aqueles cardápios padronizados de
revista ou com cardápios entregues já impressos em consultas com
nutricionistas.

Antes de começar, um conceito que parece óbvio, mas precisa ser esclarecido.

O que é dieta?

Consultando o dicionário, encontrei dois significados para a palavra:

  • Significado 1: regime alimentar prescrito pelo médico a um doente ou a um convalescente.
  • Significado 2: cota habitual de alimentos sólidos e líquidos que uma pessoa ingere.
Para a grande maioria de nós que não está convalescendo de nenhuma doença, vale o significado número 2.

A dieta de uma girafa, por exemplo, é feita de folhas. A dieta de um leão, de carne.

cardapio_low_carb_3

Então dieta não é uma maneira de comer durante duas semanas, ou 1 mês, ou 7 dias. Dieta é o que se come, no dia a dia, para a vida toda.

Uma dieta não está em um papel impresso, está nos hábitos alimentares de uma pessoa.

Parece óbvio? Sim. Mas eu não pensava assim há 4 anos atrás, antes de perder 30 quilos em um ano com o estilo de Vida Low Carb.

Antes eu pensava que uma dieta era um cardápio para seguir e perder peso, para depois voltar a comer “normalmente”.

Hoje eu sei que, mesmo que eu pese 60 quilos para o resto da vida, estarei sempre em dieta. Porque a minha dieta é o que eu como, simples assim.

Agora vamos somar o conceito de dieta com o conceito de low carb:

O que é uma dieta low carb?

É um estilo de se alimentar, onde se restringe (mas não anula) o
consumo de carboidratos para chegar ao peso desejado e mantê-lo sem
passar fome como na abordagem de restrição de calorias.

Existem vários tipos de dietas que são low carb: dieta paleo, dieta cetogênica, dieta lchf, dieta atkins, whole 30 etc… Todas funcionam pelo
mesmo motivo: menos carboidratos na alimentação.

E o que são carboidratos?

Carboidratos são açúcares. Antes de conhecer low carb, eu achava que
carboidratos eram o pão, os doces, o macarrão, a batata e o arroz.

Mas frutas, verduras e até os ovos contém alguma quantidade de carboidrato. Alface tem carboidrato. Pouquíssimo, mas tem.

É importante deixar claro também que a dieta low carb NÃO é uma dieta zero carboidrato.

Em low carb há espaço para frutas e vegetais, que são ricos em
carboidratos saudáveis. A quantidade de carboidratos para cada pessoa
vai depender dos seus objetivos.

O cardápio low carb

Embora não haja um cardápio definitivo para baixar e seguir, é importante que você monte o seu cardápio antes de começar.

Como você está começando, é importante se planejar com antecedência para diminuir a possibilidade de fazer escolhas erradas.

Além disso, fazer o seu próprio cardápio vai ajudar você a entender melhor a dieta.



Eu, até hoje em dia, anoto ideias do que preparar nos próximos dias
antes de fazer as compras. Me faz economizar, me faz perder menos tempo
no supermercado, diminui as chances de eu comer mal porque não tinha
planejado nada saudável.

A ideia desse artigo é dar dicas para que você monte um cardápio para começar ou para retomar sua vida low carb. Vamos lá?

cardapio_low_carb_2

1. Priorize alimentos naturais, sem processamento, com poucos carboidratos

Isso quer dizer comer APENAS comida in natura? Não.

Dá para emagrecer com low carb bebendo refrigerante zero, adoçando o
café com adoçante, dá para fazer comendo presunto comprado no
supermercado, dá para fazer matando a vontade de doces com gelatina sem
açúcar.

Mas os alimentos processados não devem ser A BASE da sua alimentação.

A base da sua alimentação serão os vegetais, as carnes, as gorduras
naturais como a manteiga e o azeite, os ovos, os queijos, as frutas low
carb e as castanhas e nozes. Tem acesso e orçamento para comprar
alimentos orgânicos? Ótimo. Se não tem, funciona do mesmo jeito.

Ao pesquisar sobre low carb, você encontrará várias versões de uma
lista de alimentos permitidos. Mas não são listas escritas em pedra. São
sugestões de alimentos com pouco carboidrato.

Antes de perguntar “Pode tal coisa?”, pesquise a quantidade de carboidratos, usando uma ferramenta como o FatSecret,
ou lendo o rótulo. Se couber na sua cota (quantidade de carboidratos
que você deve comer para chegar ao peso desejado), pode. Se não, não
pode.

Nesse post está a minha sugestão de alimentos para incluir na sua alimentação low carb

2. Personalize

Antes de decidir quais alimentos vão estar no seu cardápio low carb, você precisa responder algumas perguntas:

  • Você tem alguma restrição alimentar? Algumas pessoas não toleram
    lactose, outras tem alergia a nozes e castanhas. O cardápio deve
    considerar essas restrições.
cardapio_low_carb_4

3. Entenda quais alimentos devem ser evitados

Tão importante quanto saber quais alimentos são recomendados, é saber
quais devem ser evitados e também os que devem sumir de vez da sua
vida.

NÃO COMER:

Açúcar refinado ou outros tipos como demerara, mascavo, de coco, orgânico, mel, melado etc.

Óleos refinados (soja, canola, milho etc). Eles são
zero carbo sim, mas passam por mil processos químicos durante o seu
processamento. Em uma dieta baseada em comida de verdade você deve
preparar seus alimentos com gorduras naturais com baixo grau de
processamento, como a manteiga, a banha e o azeite de oliva, por
exemplo. Eu uso azeite e manteiga para tudo.

Grãos, especialmente o trigo. Pães, massas, bolos,
biscoitos, rosquinhas, cuecas-viradas, muffins, cookies, cupcakes,
baguetes, pizzas, bagels, brioches. Bem, você entendeu.

EVITAR:

Bebidas zero ou light. Também são zero carbo e dá
para emagrecer consumindo refrigerante zero, mas dentro da ideia de
priorizar comida de verdade (e ainda gerar menos lixo no planeta), evite
sempre que puder.

Comidas processadas. Tem alimentos processados low
carb, alguns deles são boas opções para quem tem pouco tempo para
cozinhar, como pessoas que trabalham o dia todo e ainda estudam à noite.

Um polenguinho é um bom exemplo: processadíssimo, mas low carb. Se
carregar polenguinhos no início vai fazer você não sucumbir a uma
coxinha na rua, leve polenguinhos! Mas quando puder, evite.

Vegetais ricos em amido. Quem tem muito peso a
perder deve evitar alimentos que são comida de verdade mas também são
ricos em amido, como a batata, batata doce, inhame e mandioca (inclusive
tapioca!). Uma dica: evite tudo que cresce debaixo da terra.

Quando chegar no seu peso alvo ou próximo dele, comece a inserir novamente esses alimentos.

Nesse artigo falo sobre os carboidratos do bem

tasty grilled meat and vegetables on skewers, isolated on white

4. Pesquise receitas

Se você está começando, provavelmente está acostumado a fazer
receitas com algum carboidrato, como uma pizza, um macarrão, um risoto,
lasanha.

Ou está acostumado a servir antes de tudo o arroz e o feijão no restaurante de comida por quilo.

Como low carb é diferente de tudo o que escutamos a vida toda sobre
emagrecimento, é preciso abrir a cabeça para novas formas de preparar os
alimentos. Pesquise receitas e salve as que mais gostar.

Recomendo fazer um arquivo no computador ou celular onde você vai salvando tudo o que interessar.

Conhece o Evernote?
É um aplicativo que você pode usar no smartphone, tablet ou computador.
Anotou em um dispositivo, ele sincroniza com os outros. Tem em
português e é grátis. Evernote mudou a minha vida em termos de
organização pessoal.

Nesse link você acessa as minhas receitas, todas adaptadas, testadas e fotografadas por mim.

Nesse vídeo eu ensino a usar o Evernote para planejar a sua dieta (e a sua vida!)

5. Quanto mais simples, melhor

Você vai encontrar receitas com farinhas mirabolantes e macarrões
orientais zero carbo, mas pratique desde o início o desapego com
receitas que lembram pão, macarrão, pizza.

Claro que dá para fazer algo de vez em quando, como essa deliciosa torta salgada com farinha de amêndoas, mas não faça dessas receitas a base do seu dia a dia.

Para garantir que você comece já perdendo peso e sem traumas devido a
receitas que não deram certo e ingredientes caros estragando na sua
despensa, aposte nos alimentos mais simples na montagem do seu cardápio:
carnes, saladas, ovos, queijos e castanhas.

Exemplos de refeições simples:

  • Sobrecoxas de frango assadas com salada de alface, tomate e pepino
  • Bife acebolado com salada verde
  • Carne de panela com chuchu refogado
  • Hamburguer de carne moída com queijo
Daí com o passar do tempo você vai arriscando coisas mais incrementadas, como esse salgado de couve flor ou esse fantástico fricassê de frango low carb.

6. Escute suas lombrigas

Aproveite a sorte de ter encontrado uma dieta onde é possível comer coisas gostosas sem passar fome para comer o que mais gosta.

Stuffed peppers

Sempre amou bacon mas morria de medo de comer? A hora é agora. Adora
frango grelhado? Coma frango grelhado. Para quem tem medo de comer
gordura, escrevi esse guia definitivo sobre o papel da gordura em uma alimentação low carb.

Agora, se suas lombrigas não gostam de comer vegetais, é possível e necessário adestrá-las.

Use todas as estratégias possíveis para garantir que a sua cota de
carboidratos diária seja composta por carbos saudáveis: refogue vegetais
com muita manteiga, adicione queijo, bacon e muito azeite nas suas
saladas.

Você agora pertence a um mundo maravilhoso onde as saladas não precisam ficar restritas a alface com uma gota de azeite

7. O café da manhã

O café da manhã costuma ser a refeição mais difícil de adaptar para
quem está começando. Para facilitar, escrevi esse post com as minhas dicas favoritas para um café da manhã low carb.

8. Lanches

Já falei sobre como em low carb não é preciso comer de 3 em 3 horas.
O natural é que comendo comida de verdade e mantendo o açúcar no sangue
sob controle a sua fome entre as refeições principais diminua, mas se
isso não acontecer, coma!

Nesse post dou sugestões bem práticas de lanches low carb

nuts

9. Cuidado com as compulsões

Me coloque sentada ao lado de uma bacia de castanhas ou uma tábua de
queijos e frios e você verá despertar das profundezas um terrível
monstro come-come.

Se você tem tendência a comer compulsivamente como eu, separe a
porção antes de comer, coloque suas nozes dentro do mesmo pote. Assim
fica mais fácil controlar e garantir que não vai prejudicar sua dieta.

10. O que beber

Água, água com gás e fatias de limão, água saborizada com hortelã,
chá de ervas frio ou quente, café batido com nata ou creme de leite, chá
mate ou chimarrão são boas opções para acompanhar seu cardápio low
carb.

Refrigerantes zero, light, chás ou águas saborizadas industrializadas
devem ser evitadas por serem industrializadas, gerarem lixo à beça e
elevarem seu consumo de adoçante, mas são zero carbo.

Sucos de fruta não são uma boa ideia. Nesse post eu explico o porquê.

Leite não é low carb, nem se for sem lactose. Nesse post eu falo sobre ele e respondo as dúvidas mais frequentes sobre queijos e laticínios.

Acha que nunca mais vai poder beber álcool só porque está querendo perder peso? Com low carb o seu merecido drink do final de semana está a salvo. Aqui estão as minhas dicas sobre as bebidas alcoólicas que mais combinam com low carb.

Nesse artigo falo mais a fundo sobre as opções de bebidas low carb.

11. Sobremesas e adoçantes

Quando o açúcar no sangue fica sob controle, é normal que a vontade de doces diminua.

Mas se você, como eu, continua apreciando o sabor doce, é importante
contemplar no seu cardápio opções para matar a vontade de doce. Minhas
favoritas:

  • Morangos com nata ou creme de leite com adoçante a gosto
  • Ganache de chocolate com mais de 70% cacau e uma lata de creme de leite
  • Abacate batido com ou sem creme de leite e adoçante a gosto
  • Gelatina sem açúcar (recomendo a marca Lowçucar que não leva
    maltodextrina, que pode atrapalhar o emagrecimento de algumas pessoas)
Nesse artigo falo sobre como escolher o melhor adoçante

Nesse artigo falo com sobre como lidar com a vontade de doces na alimentação low carb e dou dicas de preparações doces

Chocolate bars stack and mint leaf

12. Esqueça as calorias!

Em low carb, as calorias dos alimentos são irrelevantes.

Também não é necessário contabilizar a proteína e a gordura:
preocupe-se apenas com a quantidade de carboidratos dos alimentos que
vão compor seu cardápio.

Parece chocante no início, mas você se acostuma com o tempo. É libertador.

13. Para quem come fora

O mundo perfeito seria que todo mundo pudesse comer comida saudável
preparada em casa, mas a realidade não é bem essa. Trabalhando ou
estudando fora, muita gente precisa comer na rua.

Restaurantes por quilo são ótimos! Normalmente tem boas opções de carne e muita variedade de salada.

Cuidado com as pegadinhas: os molhos das carnes podem ser engrossados
com farinha ou amido e alguns vegetais são lambuzados com óleo de soja
para brilharem bem lindos no buffet.

Ao comer em um restaurante, porém, você inevitavelmente comerá algum
óleo vegetal porque TODOS os restaurantes usam, mas nesse caso o ótimo é
inimigo do bom. Escorra os molhos das carnes e prefira vegetais mais
simples, como alface, tomate e pepino.

Quando for a um restaurante a la carte, já negocie com o garçom
quando fizer o pedido para substituir os acompanhamentos como arroz e
fritas por salada ou legumes.

Food photography of baked pork with fresh vegetables. Home made food photo for social networks. Top view mobile phone photo of baked meat.

Fica bem mais difícil resistir quando aquele carbo todo está ali, acenando e soltando odores debaixo do seu nariz.

Quando estiver na rua e não for horário de almoço, uma alternativa boa é comprar fatias de queijo e presunto e fazer rolinhos.

Embora presunto tenha um pouco de bruxarias, melhor do que cair de boca em um pacote de biscoito.

14. Ligue o turbo no seu projeto de emagrecimento

Gostou das dicas por escrito mas gostaria de ter um exemplo de como é um cardápio para 2 semanas?

No Programa Low Carb na Prática,
além de um curso em vídeos para você entender tudo o que precisa para
emagrecer com low carb você ainda ganha esse e outros bônus incríveis!

Clique e saiba mais sobre o Programa Low Carb na Prática

Tudo certo para a montagem de um cardápio low carb para começar já o seu projeto de emagrecimento?

a cura: Guia fácil para montar seu cardápio low carb e ema...: Guia fácil para montar seu cardápio low carb e emagrecer sem passar fome   Com bastante frequência recebo algum contato de pessoas p...



6 de fev de 2017

Curso Gastronomia gratis parte 4 (-- MISE EN PLACE )

-- MISE EN PLACE 


Resultado de imagem para mise en place completa


É o primeiro passo para se obter sucesso na produção de
preparações culinárias. O termo “mise en place” significa colocar
no lugar, ou seja, organizar o trabalho antes de começar: apanhar
o material necessário, separar os ingredientes que serão
utilizado
s, conhecer a receita em questão e ter em mente a
ordem de trabalho.
Sugere
-
se fazer uma ficha com os principais detalhes e
informações pertinentes ao trabalho com um dia de antecedência.
Resultado de imagem para mise en place completa
Imagem relacionada

Postagens populares

Minha lista de blogs

tang

Pesquisa personalizada
User-agent: Mediapartners-Google* Disallow:Abobora Doce Recheada Adimito Amendoas Bacalhoada Bolinho Caranguejo Bolinho Recheado Queijo Bolos Decorados Mecanico Calda Manjar Carne Receita Cerveja Creme De Maca Croqueta Frango Presunto Feito Cuscuz Marroquino Folhadinhos Rapidos Gelatina Abacaxi Hoteis Inquilinato Laranja Morangos Licor Ameixa Macas Glaceadas Massa Leitao Massas Yakisoba Menus Dia Namorados Microondas Pao Molho Requeijao Frango Molhos Especial Tender Muffins De Halloween Paelha Marisco Panquecas Ovos Pate De Caviar Pessego Receitas De Pimenta Limao Polpa Manga Receitas Castanhas Portuguesas Receitas Cheesecake Receitas Rapidas Natal Repolho Crespo Risotto Pato Saladas Vinaigrette Sobremesas De Copinhos Sopa Arroz Feijao Sopa Courgette Sorvetes De Damasco Souvlaki Spaghetti Receitas Tarte Espinafres Frango Tarte Fruta Natas Tomates Forno Video Racao Humana