PESQUISE AQUI








Pesquisa personalizada






Mostrando postagens com marcador horta e plantas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador horta e plantas. Mostrar todas as postagens

1 de mai de 2017

Branquear com água ou vapor

--> Branquear com água
Deixe ferver bem água com pouco sal numa panela grande. Prepare os legumes e coloque-os num escorredor, cesto ou coador que se adapte à panela. O alimento deve circular dentro do recipiente. Ponha os legumes na água, tape e deixe a água voltar ao ponto de ebulição o mais depressa possível. Volte a mexer os legumes assim que a água recomeçar a ferver. Deixe ferver durante o tempo requerido retire e coloque imediatamente os legumes em água gelada para interromper o processo de cozimento, escorra imediatamente. – Branquear a vapor

Use uma panela grande com tampa apertada e encha com 5 cm de água. Coloque uma grelha na panela e deixe ferver (certifique-se de que a água não toca na grelha). Junte os legumes, colocando-os folgadamente numa camada única sem ultrapassar os 5 cm de profundidade e tape a panela. Branqueie a vapor durante o tempo necessário, depois coloque os legumes em água gelada para interromper o processo de cozimento, escorra imediatamente.
– Branquear no micro-ondas
Ponha ½ kg de legumes numa caçarola para micro-ondas e junte 5 colheres de sopa de água. Tape e cozinhe na potência máxima durante 4-6 minutos até estarem cozidos. Deixe esfriar e escorra.
Experimente branquear os legumes antes do preparo. Os legumes ficarão com uma textura incrível.

22 de abr de 2017

trufas brancas?O que são e de onde vem


-->

O que são e de onde vem as caríssimas trufas brancas?

 

As trufas brancas são incríveis e fascinantes, principalmente pelo seu processo de criação, aquele que não existe. Elas estão no topo da lista dos ingredientes mais caros do mundo, e por isso apenas uma pequena parcela da população possui acesso. O preço do seu quilo pode chegar até 3.000 euros…
As famosas trufas brancas são fungos subterrâneos que crescem cerca de 30 centímetros do solo úmido. São selvagens, ou seja, não existe produção ou plantio das trufas, e por isso fazem dela um ingrediente fantástico. O fungo se reproduz sozinho, sofrendo os efeitos da natureza, em simbiose com as arvores. É perto das raízes de alguns tipos de arvores que elas se encontram, e dependem de chuva e frio para uma boa safra.
O terroir é fundamental para as trufas, e são da Itália, mais precisamente na Toscana e em Alba, as melhores e quase que únicas trufas brancas do mundo. A província de Pisa, na Toscana, possui um solo livre de resíduo industrial, e baixíssima polução, fazendo da trufa mais pura e saborosa. Esses cogumelos mais caros do mundo dependem totalmente da natureza para a sua formação, pois com o tempo de frio, a trufa que está embaixo, no solo, conserva mais seu aroma e as várias propriedades que possui. No tempo de calor, e principalmente quando está seco, o seu perfume, e gosto se perdem. Várias pesquisas foram feitas, e até hoje não existe uma explicação técnica para o crescimento natural das trufas.
Por ser selvagem, é preciso caças as trufas brancas, e por isso o seu preço é bastante caro. A caça de trufas com porcos foi extinta há quase 1 século, pois apesar deles terem um faro excelente, era quase impossível evitar que os animais comessem as trufas que encontravam na terra. Hoje a caça a trufa é feita com cães, criados com extremo carinho, e muito bem treinados para a função. O cão não pode ser muito alto, pois o nariz fica muito distante do solo, e precisa ser resistente, pois duram horas uma caça as trufas. Um bom cão farejador é essencial para encontrar as trufas, pois em eles é impossível acha-las. Os caçadores de trufas andam com instrumentos próprios para extrair as trufas do solo, sem danifica-las.

Caçador de trufa e seu cão muito bem treinado para a função
De cor levemente dourada, formato irregular, e superfície lisa, a trufa branca impressiona pelo sabor delicado e aroma imponente. São vendidas a preço de diamante, por só “aparecerem” em uma época durante o ano, entre fim de setembro a meados de dezembro. Na gastronomia, aparecem sempre finalizando belos pratos, e dando aquele toque de sofisticação e sabor marcante. Não podem ir ao fogo, pois o sabor e aroma característicos “somem.” O ideal é serem consumidas cruas e cortadas em laminas finas, colocando sobre os alimentos. Duram cerca de 10 dias após a extração do solo, e para aumentar o seu tempo de durabilidade, foram criados azeites, manteigas, patês e etc.
Chega a ser inacreditável o poder que a natureza possui, a ponto de “criar” um ingrediente maravilhoso, e que ninguém imagina como se desenvolve. Não se sabe se naquele mesmo lugar que já foi encontrado uma trufa branca, será possível encontrar outra, pois a natureza é imprevisível. É isso que faz da trufa branca um ingrediente almejado por todos, e que justamente possui um preço muito caro.
Trufa branca não se planta, não se colhe e muito menos se produz. Trufa branca se espera da fantástica natureza e seus segredos…
VIDEO – Como é a caça das famosas e caras trufas brancas

Trufas brancas qual o sabor ? nao sabemos !!

-->


Cerca de 100 gramas valem, aproximadamente, R$ 2,2 mil no Brasil. Resultado de imagem para trufa branca
As trufas são verdadeiros presentes da natureza, resultado de uma simbiose com as raízes de árvores especificas e o terroir do local. Essa espécie de cogumelo nasce cerca de 30cm do solo, e são totalmente selvagens, sendo que ninguém até hoje descobriu algo sobre seu crescimento. Sua cor é levemente dourada, possui formato irregular, superfície lisa, e o principal, sabor e aroma fortes e únicos.
É em Alba e na Toscana, ambas regiões italianas, que são encontradas as melhores trufas do mundo, que necessitam de um solo úmido para se desenvolverem, e por isso é fundamental a chuva para uma boa safra. O “terroir”, palavra que resume as características que o ambiente passará ao ingrediente é fundamental e um diferencial para a trufa. Além da trufa ser um produto exclusivo, é também de difícil obtenção por ser manual e com a ajuda de cachorros treinados para identificar o seu aroma mesmo que enterradas. O preço do kg de uma trufa branca pode chegar a 3 mil euros dependendo da safra.

3 de fev de 2017

Dia mundial do Ovo

-->

28 de jan de 2017

prato sírio

Ablama
Abobrinha recheada
Abobrinhas na coalhada
Alcachofras na Laranja
Alface com Queijo
Arroz com favas frescas e carne
Arroz com frango e amêndoas
Arroz com Lentilhas (Mjadra)
Arroz com Tâmaras
Arroz Marroquino
Arroz sírio
Arroz-doce Sírio
Ataif 


Babaganouch
Baclawa
Bagos acebolados
Batata Recheada
Berinjela ao forno com grão de bico
Berinjela frita
Berinjela na Coalhada
Berinjelas com essência de romã
Biscoitos de Amêndoas
Biscoitos de Tâmaras
Bolinho de Amêndoas
Bolinho de Grão-de-Bico (Falafel)
Bolo de Açafrão
Bolo de Coalhada
Brigadeiro de nozes
Broa de leite
Burma
Cabrito recheado
Cafta ao forno
Cafta na assadeira
Cafta no espeto
Camai no espeto
Canja síria
Carneiro Argelino
Carneiro assado
Carneiro com Amêndoas
Carneiro com Batata
Carneiro com Coalhada
Carneiro com Romã
Carneiro ensopado
Carneiro Marroquino
Chacrie
Chanclich
Charutinho de folha de repolho
Charutinho de folha de uva
Charuto de Alface
Charutos de Acelga
Charutos de folha de parreira
Charutos de repolho
Chebiete
Chic barak
Compota de abricó
Cordeiro assado com batata
Costela de carneiro com Hortelã
Couscous Argelino
Couve flor com Tahine
Couve-Flor com Tãmaras
Doce de abricó cristalizado
Doce de figo
Doce de Harissi
Doce de massa folhada
Doce de mussarela folhado
Doce de Mussarela
Doce de queijo com semolina
Doce de semolina
Docinho de sementes de papoula
Enrolado de Tâmara
Ensopado de Palmito
Ensopado de Quiabo
Esfiha aberta de carne
Esfiha de coalhada dura
Esfiha de Espinafre
Esfiha de Ricota
Esfiha fechada
Esfiha folhada com carne
Eslia
Espetinho de frango com molho de tahine
Espetos de Atum
Falafel
Fataer de verduras e passas
Fatuche
Fauachete
Favas Mudamas
Frango com ameixas
Frango Marroquino
Frik
Galinha no Açafrão
Galinha recheada
Gamme e Fatti
Geléia de marmelo
Ghoraibé
Grão-de-bico com molho de gergelim
Gureibe
Herice
Homsie
Iakna
Karabij
Legumes ao Forno
Lentilha com Almôndegas
Lubi
Maamoul com Frutas Secas
Maamoul com Tâmaras
Macarum
Mamoul
Manjar Libanês
Meghli
Meluquie
Mhamasa
Michuí
Molho de Caviar
Moussaka
Mualabie
Muchabak
Mudárdara
Mufarque com carne
Mufarque
Múgli
Mugrabie
Ninho de pistache com nozes
Pão árabe
Pão Sírio
Pastéis de Tâmaras
Pastizi
Peixe com Amêndoas
Peixe com Molho de Gergelim
Peixe tagem
Peixe Taratur
Perna de carneiro com arroz e carne
Pernil de cordeiro com arroz e snoobar
Peru com frutas secas
Pudim de castanhas
Pudim de Figo Seco
Quiabo com carne
Quiabo no azeite
Quibe arnabie
Quibe cru tradicional
Quibe de bandeja com iogurte
Quibe de bandeja tradicional
Quibe de Batata
Quibe de forno
Quibe de Peixe na Bandeja
Quibe de Peixe
Quibe frito, assado e crú
Quibe Quaresmal
Sambusque
Shisbarak
Tamarie
Tomate Recheado
Torta de Amêndoas e Tâmaras
Torta de Pistache
-->

27 de jan de 2017

Como Fazer um Aspirador de Pó Caseiro

--> Já aprendeu a fazer o seu aspirador?

24 de dez de 2014

Como fazer o peru de Natal:

--> cosmetico profissional para salão , temos tudo para seu salão de beleza ligue 03187490598 e add no wapssap ou 03133762803 , BH E REGIOES ligue e marque iremos ate voce . entragamos em todo BRASIL O recheio do peru é feito com farofa de presunto, azeitona e ovo cozido. Tome nota:


Peru de Natal - receitas de vero Dona Benta (Foto: Divulgao)(Foto: Divulgação)

Rendimento: serve de 6 a 8 pessoas
Tempo de preparo: 3 horas


Como fazer o peru de Natal:
Ingredientes:
1 peru limpo
3 xícaras (chá) de vinho branco
½ xícara (chá) de vinagre
5 dentes de alho
Sal e pimenta-do-reino (a gosto)
2 cebolas graúdas picadas
1 cenoura picada
4 folhas de louro
10 talos de salsa lisa
6 cebolinhas-verdes
1 ramo de manjerona
1 ramo de manjericão



Como fazer o recheio do peru de Natal:
Ingredientes:
Moela e fígado do peru
4 colheres (sopa) de manteiga ou margarina
1 cebola graúda picada
4 tomates sem pele picados
200g de presunto picado
24 azeitonas grandes em rodelas (sem caroço)
1kg, aproximadamente, de farinha de mandioca
4 colheres (sopa) de salsa picada
2 ovos cozidos e picados

Modo de preparo:
Remova a embalagem com os miúdos. Lave a ave em água corrente e, então, faça um corte junto da mitra, enfie aí as pernas do peru, dobre as asas para trás e leve-o para uma vasilha bem grande.

Numa tigela grande, misture o vinho branco, o vinagre, o sal socado com os dentes de alho, as cebolas picadas, a cenoura picada, as folhas de louro, os talos de salsa, a cebolinha-verde, a manjerona, o manjericão e a pimenta-do-reino. Reserve.

Fure o peru por dentro e por fora, no peito, nas pernas e nas costas, com a ajuda de um garfo de cozinha. Despeje a marinada reservada sobre o peru esfregando-o muito bem. Ponha um pouco do molho no interior do peru e deixe marinando por 12 horas. De vez em quando, vire-o no molho, deixando o peito para baixo durante a noite toda.

Salpicão de peito de peru: veja a receita

Cozinhe a moela, o fígado e o coração do peru até que fiquem bem macios. Parta-os em pedacinhos e refogue-os em uma panela com a manteiga, a cebola picada bem fina e os tomates.

Depois de tudo bem refogado, acrescente o presunto picado, as azeitonas e a farinha de mandioca, obtendo uma farofa meio úmida. Retire-a do fogo, prove o sal e acrescente a salsa picadinha e pedaços dos ovos cozidos. Misture bem e reserve. Utilize para rechear o peru.

Torta de maçã da Rita Lobo perfeita para a ceia de Natal

Retire o peru do molho e leve-o para um mármore ou uma travessa grande. Enxugue-o, com um guardanapo, por dentro e por fora. Em seguida, encha a cavidade com o recheio, apertando bem e costurando a pele com linha grossa ou amarrando-a bem forte.

A seguir, limpe o peru todo com um guardanapo seco, besunte-o de manteiga ou margarina e leve-o para uma assadeira grande e funda com um pouco de óleo. Cubra, enfim, todo o peru com uma folha de papel alumínio. Coloque um pouco de óleo em cima desse papel e despeje na assadeira todo o molho que ficou na vasilha ou bacia em que pousou o peru.

Leve para o forno preaquecido. Enquanto o peru assa, regue-o de vez em quando, levantando o papel, com o molho que deve estar fervendo na assadeira. Antes de regar a carne, fure o peito e as pernas do peru com um garfo. Quando o peru estiver macio, retire o papel, e continue assando para que ele doure bem.

30 de set de 2014

Qual corte comprar? Carne é tudo igual?

--> cosmetico profissional para salão , temos tudo para seu salão de beleza ligue 03187490598 e add no wapssap ou 03133762803 , BH E REGIOES ligue e marque iremos ate voce . entragamos em todo BRASIL 

Para quem mora sozinho e está em suas primeiras incursões na cozinha, aventurando-se nas artes culinárias e pilotagem de fogão é comum a dúvida:
Qual corte comprar? Carne é tudo igual?
Não... Carne não é tudo igual não. Você deve comprar o corte adequado à receita que pretende fazer.
Aqui vou te revelar o mapa do boi, com os 31 cortes mais utilizados no Brasil, para você comprar a carne certa pra receita certa.
O MAPA DO BOI
Clique para ampliar

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA1 - ACÉM
Também conhecido como agulha, lombo de agulha, alcatrinha, lombo de acém, lombinho de acém e tirante. Pode, ainda, ser chamado de aguja (espanhol), basses côtes (francês) ou chuck (inglês). É o pedaço maior e mais macio do dianteiro do boi, sendo uma carne relativamente magra que deve ser cozida por calor úmido. O acém rende ótimos ensopados, picadinhos, assados, cozidos, carne moída, refogados, bifes de panela, carnes de panela, carnes recheadas ou preparadas com molho.

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA2 - COSTELA
Também conhecida como costela do dianteiro, ripa de costela e assado. É a parte superior da caixa torácica do bovino, tendo ossos maiores e mais largos, e carne um pouco mais seca do que a costela ponta de agulha ou costela minga. Pode ainda ser chamada de asado ou asado de tira (espanhol), platdecôtes (francês) ou short ribs (inglês).A costela é o corte com maior variedade de sabores, texturas e aromas. Exige um tempo de cozimento mais longo, para amaciar suas fibras. É utilizada principalmente para churrasco, ou então para o preparo de carne cozida com legumes. As carnes preparadas com osso tem sempre um sabor muito especial.

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA3 - PEITO
Também conhecido como granito, podendo ainda ser chamado de pecho (espanhol), poitrine (francês) ou brisket (inglês).Parte do dianteiro do boi constituída de músculos e fibras grossas e compridas. Necessita de cozimento longo em calor úmido. Pode ser usado em cozidos, caldos, sopas, refogados, enrolado com temperos e assado na panela com molho. Para churrasco ou grelha, deve ser assado com bastante calor e por várias horas. Na hora de servir, retirase a gordura, de cor amarelada.

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA4 - CUPIM
O cupim é a porção de fibras musculares entremeadas de gordura situadas logo atrás do pescoço de bovinos de raça zebuína ou seus cruzamentos. É também chamado de giba ou mamilo.Tem sabor característico e paladar agradável. Deve sempre ser cozido lentamente. Muito utilizado em churrascos ou na grelha, pode ser assado enrolada em várias camadas de celofane especial para culinária que distribui o calor uniformemente e promove o cozimento da carne em seu próprio suco. Outra forma de preparo é o cozimento em panela de pressão, bem temperado ou apenas com sal refinado, e posteriormente assado no forno enrolada em papel celofane.

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA5 - CONTRAFILÉ
Também conhecido como lombo, lombo desossado, filé curto, filé de lombo e filé. É chamado de contrafilé pois na carcaça do bovino este corte situase ´contra´ o filé mignon, ou seja, estão apenas separados pelas vértebras lombares. Pode ainda ser chamado de bife angosto ou bife de chorizo (espanhol), fauxfilet (francês) ou striploin (inglês).É uma carne macia, de sabor acentuado e que por sua camada de gordura na lateral mantém a umidade da carne. Ideal para bifes de chapa, estrogonofe, grelhados, rosbife, medalhões, churrasco, grelha e assados. Deve ser servido mal passado ou ao ponto, e assado em alta temperatura para que não enrijeça. Quando comprar contrafilé, evite os primeiros 6 a 7 centímetros do corte, perto da alcatra, pois neste pedaço há um nervo que atravessa a carne quase paralelamente à gordura, que somente será visível quando se estiver fatiando a carne. Prefira pedaços de contrafilé com gordura uniforme. Antes do preparo, remova o ´nervo´ lateral que segue longitudinalmente na carne, se acaso ainda não tiver sido retirado.

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA6 - CAPA DE FILÉ
A capa de filé é um corte localizado sobre o contrafilé ou filé de costela na porção torácica. Com textura desigual e grande quantidade de nervos, prestase bem para o preparo de carnes com molho que precisam de cozimento mais longo, além de ensopados, refogados, assados, churrascos, preparo na grelha e picadinhos.

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA7 - FILÉ MIGNON
Também conhecido como filé, pode ainda ser chamado de lomo (espanhol), filet (francês) ou tenderloin (inglês).É o corte mais macio de carne bovina. Um filet mignon inteiro tem aproximadamente 2 kg. Tem sabor adocicado e menos acentuado que a alcatra e o contrafilé, é suculento e tem pouca gordura. É ideal para bifes, como tournedor, medalhão, escalope, estrogonofe e também para rosbifes, assados, refogados e picadinhos. Fica bem acompanhado de vários tipos de molhos. Para churrasco, pode entrar como um ingrediente do espetinho misto ou xixo, ou preparado em bifes grossos na grelha ou inteiro no espeto.

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA8 - ALCATRA
Também chamada de alcatragrossa, coice e alcatre. A alcatra completa compreende o miolo da alcatra, a picanha e a maminha. Em francês é chamado de rumsteck e em inglês rump.A alcatra é macia e tem pouca gordura, sendo ideal para bifes, refogados, assados e ensopados. Fica excelente no churrasco, tanto no espeto ou em bifes grossos na grelha. Evite cortes finos pois a carne poderá ressecar.

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA9 - MIOLO DE ALCATRA
Também conhecido como coração de alcatra e centro da alcatra. Chamada de corazón de cuadril (espanhol) ou eye of rump (inglês). O corte conhecido como baby beef provém do miolo da alcatra.Tem fibras curtas e é mais macio que o coxão mole. Ideal para bifes, churrasco ou na grelha, em assados, refogados, grelhados, e picadinhos.

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA10 - PICANHA
Pode ser chamada de tapa de cuadril (espanhol) ou cap of rump (inglês).Parte macia, mais marmorizada e com capa de gordura, tem sabor acentuado. É de fácil preparo e muito suculenta. É própria para churrascos, podendo ser assada inteira ou em postas no espeto ou na grelha. É boa para assados, bifes ou carne de panela. É importante preparála com a gordura para que o sabor e maciez fiquem mais acentuados, podendose retirála na hora do consumo. Se houver ainda uma membrana prateada na parte inferior da picanha, retirea antes do preparo para evitar que a carne ´encolha´ durante o cozimento. Lembrese que a picanha pesa entre 1kg e 1,5kg, portanto se você encontrar picanhas maiores à venda saiba que na verdade há uma parte de coxão duro que não foi separada do corte sendo vendida junto.


11 - MAMINHA
Também conhecida como ponta de alcatra, sendo chamado de colita de cuadril (espanhol), aiguillette baronne (francês) ou tail of round (inglês).Parte mais macia da alcatra, é suculenta e tem sabor suave. É boa para assados, churrasco ou na grelha, carnes de panela ou bifes servidos bem passados, pois tem maior teor de gordura. Deve ser cortada de forma correta, ou seja, contra as fibras, para acentuar sua maciez e sabor.

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA12 - COXÃO MOLE
Também conhecido como chã de dentro, chã, coxão de dentro, polpa e polpão. Pode ainda ser chamado de nalga de adentro (espanhol), tranche (francês) ou topside (inglês).Com fibras curtas e macias, é um corte macio que fica bom em assados, ensopados, picadinhos, escalopes, milanesas, bifes finos e enrolados, ou então moída para refogados e molhos.

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA13 - COXÃO DURO
Também conhecido como coxão de fora, chandanca, posta vermelha, perniquim, lagarto plano, lagarto chato, lagarto vermelho, chã de fora e lagarto atravessado. Pode ainda ser chamado de cuadrada (espanhol), gîte a la noix (francês) ou flat (inglês).Com fibras mais longas e rijas e gordura concentrada na parte externa, exige cozimento lento, sendo ideal para assados de panela, rosbifes, carne recheada, cozidos ou utilizado moído em molhos e refogados.

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA14 - LAGARTO OU TATU
Também conhecido como lagarto redondo, lagarto paulista, lagarto branco, posta branca, paulista e tatu. Pode ainda ser chamado de peceto (espanhol), rond de gîte (francês) ou eye of round (inglês).De cor mais clara, fibras longas e magras, tem formato arredondado, alongado e bem definido. Preparo típico é a carne de panela, carne desfiada (carne louca) podendo ainda ser usado em assados e rosbifes. Pode ser recheado com lingüiça ou vegetais e ovo e assado no forno. Ainda cru e cortado em fatias bem finas, produz o famoso carpaccio.

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA15 - PATINHO
Também conhecido como bochecha, caturnil, cabeça de lombo e bola. Pode ainda ser chamado de bola de lomo (espanhol), rond de tranche (francês) ou knuckle (inglês).Menos macio que a alcatra, é usado para bifes à milanesa e preparações de carne moída crua como o quibe e o steak tartar, ou então moída e cozida em refogados, molhos, bifes e assados. A parte inferior do patinho é um dos melhores cortes para escalope. Ideal também para picadinhos como o boeuf bourguignon (de origem francesa), goulash (origem húngara) ou spezzatino (origem italiana).

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA16 - FRALDINHA OU VAZIO
É também chamado de aba de filé. No corte de costela minga, a fraldinha é a ponta com carne. Conhecido como vacio (espanhol), bavette d´aloyau (francês) ou thin flank (inglês).Parte constituída de feixes musculares mais grossos e longos, é um corte muito saboroso que fica bom em ensopados, picados, cozidos, carne moída, carne recheada, carne desfiada (carne louca), caldos e sopa. Pode ser assada em churrasco ou na grelha, devendo ser cortada em tiras grossas.

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA17 - MÚSCULO DO TRASEIRO
Também conhecido como músculo mole. Pode ser chamado de tortuguita (espanhol), mouvant (francês) ou heel (inglês).Muito saboroso, é indicado para o preparo de molhos, ensopados, carnes de panela, papinha e também sopas.

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA18 - MÚSCULO DO DIANTEIRO
também conhecido como braço e mão de vaca. Pode ainda ser chamado de tortuga (espanhol), jarret ou gîte de devant (francês) ou fore shank (inglês).Deve ser cozido por calor úmido, podendo ser moído ou cortado em bifes ou tiras. Muito saboroso, é indicado para o preparo de molhos, ensopados, refogados, assados, carnes de panela e também sopas.

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA19 - RABO
Também conhecido como rabada. Chamado de rabo (espanhol), queue (francês) e tail (inglês). É uma carne com osso muito saborosa, excelente para ensopados e cozidos.

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA20 - BISTECA OU CHULETA
Este é um corte especial de lombo, feito através de secções transversais do músculo com osso sem o filé mignon. É chamado de côte ou côte de boeuf em francês.É uma carne muito saborosa, macia e entremeada de gordura. Fica ótima em bifes e churrascos, preparada na grelha. Pode ser assada no forno (rosbife), sendo salgada somente no momento de levar ao forno. Procure sempre bisteca com gordura entremeada, pois é muito mais saborosa.

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA21 - GARRÃO (traseiro)
Também conhecido como músculo duro, músculo de segunda, músculo da perna e canela. Quando cortado com osso é chamado de ossobuco. Pode ainda ser chamado de osobuco (espanhol), gîte (francês) ou shank (inglês).Possui, no centro, osso com tutano que, submetido a cozimento lento, fornece pratos com molhos de muito sabor. Pode também ser usado em sopas e cozidos, produzindo caldos saborosos e gelatinosos.

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA22 - GARRÃO (dianteiro)
Conhecido como brazuelo (espanhol), jumeau (francês) ou shin (inglês). Possui, no centro, osso com tutano que, submetido a cozimento lento, fornece pratos com molho de muito sabor.







23 - RAQUETE
Também conhecido como raqueta, ganhadora, sete, língua e segundo coió. Pode ainda ser chamado de marucha (espanhol), paleron (francês) ou blade clod (inglês). Mais musculoso que o acém, com fibras longas e gordura concentrada, é uma carne muito saborosa. A raquete, bem cozida ou moída, rende excelentes molhos, cozidos, assados, bifes e ensopados.

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA24 - PEIXINHO
Também conhecido como coió, lagartinho da pá, lagarto do braço, lombinho e tatuzinho da paleta. Pode ainda ser chamado de chingolo (espanhol), jumeau (francês) ou chuck tender (inglês).Tem fibras curtas e magras, sendo mais rijo que o acém. Sendo bem cozido ou moído, o peixinho rende excelentes molhos, cozidos e ensopados. Pode ser também assado, usado como carne recheada ou escalopes ao molho madeira.

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA25 - MIOLO DA PALETA
Também conhecido como centro da paleta, coração da paleta, pá, cruz machado, carne de sete, posta gorda e posta de paleta. Pode ainda ser chamado de corazón de paleta (espanhol), boule de macreuse (francês) ou shoulder clod (inglês). Tem fibras curtas e magras. Bem cozido ou moído, produz excelentes molhos, cozidos e ensopados.

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA26 - COSTELA PONTA DE AGULHA OU COSTELA MINGA
Também conhecida como capa do bife, é a parte inferior da caixa torácica do bovino, tendo portanto ossos mais finos e bastante cartilagem entremeada com gordura. Conhecida como tapa de bife (espanhol), flanchet (francês) ou cube roll cover (inglês).Fica muito bem em assados, ensopados ou sopa. É considerada a ´rainha das churrasqueiras´, sendo uma carne muito saborosa para churrasco. Deve ser cozida por tempo longo, distante do braseiro, para amaciar suas fibras. A costela minga pode estar envolvida pelo matambre, facilmente reconhecido por sua cor rosada, e que deve ser retirado e preparado em separado.

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA27 - MATAMBRE
O matambre tem seu nome originado do espanhol ´mata hambre´ (mata a fome), pois quando um bovino é abatido a primeira peça de carne que se retira é esta ´manta´ que envolve a costela.Quando se compra costela, o matambre é a tira de carne de cor rosada que a envolve, e que deve ser preparada separadamente. Pode ser preparada na grelha ou no espeto, cortada em tiras finas e servida como aperitivo para o churrasco. Outro preparo excelente é enrolar o matambre e recheálo com legumes, lingüiça e ovos.

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA28 - NOIX
Também conhecido como filé de costela, entrecote e charneira. Pode ainda ser chamado de bife ancho (espanhol), entrecôte (francês) ou cube roll (inglês). Este corte em especial, quando apresentado com osso, é chamado de bisteca ou chuleta.É uma carne muito saborosa, suculenta e macia. Tem fibras mais curtas e rijas, sendo utilizado principalmente para churrasco ou na grelha, ou como carne cozida com legumes, assados, refogados e picadinhos.

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA29 - TBONE
É um corte especial de lombo, feito através de secções transversais do músculo com osso. O Tbone tem parte final do contrafilé de um lado do osso e a parte central do filé mignon do outro. Também conhecido como Tibone ou T. Bone. É uma carne muito saborosa, macia e entremeada de gordura. Fica ótima em bifes e churrascos, preparado na grelha.

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA30 - PACÚ
É um corte do vazio ou fraldinha. Também conhecido como bife do vazio, é chamado de bife de vacio (espanhol), bavette de flanchet (francês) e flank steak (inglês).

O MAPA DO BOI: COMO ESCOLHER E COMPRAR A CARNE CERTA PARA SUA RECEITA31 - OSSOBUCO
Bifes obtidos de cortes transversais realizados na canela do bovino. O ossobuco possui, no centro do bife, o osso (tíbia) com tutano. O tutano é a medula de ossos longos, constituindo-se de uma substância rosada, mole e gordurosa. Quando o ossobuco é submetido a cozimento lento, fornece pratos com molhos de muito sabor. Pode também ser usado em sopas, guisados e cozidos, produzindo caldos saborosos e gelatinosos.

Postagens populares

Minha lista de blogs

tang

Pesquisa personalizada
User-agent: Mediapartners-Google* Disallow:Abobora Doce Recheada Adimito Amendoas Bacalhoada Bolinho Caranguejo Bolinho Recheado Queijo Bolos Decorados Mecanico Calda Manjar Carne Receita Cerveja Creme De Maca Croqueta Frango Presunto Feito Cuscuz Marroquino Folhadinhos Rapidos Gelatina Abacaxi Hoteis Inquilinato Laranja Morangos Licor Ameixa Macas Glaceadas Massa Leitao Massas Yakisoba Menus Dia Namorados Microondas Pao Molho Requeijao Frango Molhos Especial Tender Muffins De Halloween Paelha Marisco Panquecas Ovos Pate De Caviar Pessego Receitas De Pimenta Limao Polpa Manga Receitas Castanhas Portuguesas Receitas Cheesecake Receitas Rapidas Natal Repolho Crespo Risotto Pato Saladas Vinaigrette Sobremesas De Copinhos Sopa Arroz Feijao Sopa Courgette Sorvetes De Damasco Souvlaki Spaghetti Receitas Tarte Espinafres Frango Tarte Fruta Natas Tomates Forno Video Racao Humana