,

Pesquisa personalizada
User-agent: Mediapartners-Google* Disallow:

31 de ago de 2010

Biscuit

Biscuit

Abaixo vão duas receitas de massa de biscuit que não vão no fogo nem no micorondas. biscuit frio é também conhecido como Biscuit Peruano.

Receita de massa fria para biscuit I
- 2 xícaras de chá de amido de milho
- 1 xícara de chá de cola branca
- 1 colher de sopa de vaselina líquida ou óleo de cozinha
- 1 colher de sopa de suco de limão ou vinagre branco
- 1 colher de sopa de creme para as mãos (não gorduroso)


Misture tudo e está pronto. Use o creme de mãos para sovar a massa.

Durabilidade: 1 mês no saquinho plástico sem ar e fora da geladeira

---------
Receita de massa fria para biscuit II

- 1 xícara de café de maisena;
1 xícara de café de farinha de trigo;
1 xícara de café de cola branca e
1 colher de chá de creme para mãos não gorduroso.

Misture bem os ingredientes, sempre mantendo as mãos pulverizadas com um pouquinho de farinha de trigo, até a massa adquirir uma textura elástica.
Conserve-a embrulhada em filme plástico

vassoura com garrafas PET

Veja como é fácil fazer uma vassoura com garrafas PET, uma maneira eficiente de fazer economia e continuar aproveitando as garrafas de refrigerante que geralmente são jogadas fora.

Se você não conseguir ver o vídeo,
Materiais Necessários:

* 18 garrafas de refrigerante de plástico PET de 2 litros
* cabo de vassoura
* tesoura
* estilete
* furador
* arame
* martelo
* pregos

Como Fazer:

vassoura-de-pet

1) Retire o rótulo da garrafa

2) Retire o fundo cortando com estilete

3) Faça cortes até na parte arredondada da garrafa, como mostrado na figura

4) A garrafa deverá ficar com várias tirinhas de cerca de 0,5 cm de comprimento

vassoura-de-pet2

5) Retire o gargalo com uma tesoura

6) Faça 17 peças sem o gargalo e deixe somente uma com o gargalo

7) Encaixe todas as peças sem o gargalo sobre a peça com o gargalo

8) Está formada a base da vassoura

vassoura-de-pet3

9) Corte a parte superior de outra garrafa e encaixe por cima da base que você acabou de montar

10) Encaixe com cuidado para não soltar as outras peças

11) Faça 2 furos

12) Encaixe o arame para amarrar a vassoura

vassoura-de-pet4

13) Puxe o arame até o outro lado e amarre as pontas bem firmemente com a ajuda de um alicate

14) Encaixe a vassoura em um cabo

15) Bata um prego para fixar

16) Está pronta a vassoura!

30 de ago de 2010

Regime:

Regime:
- Ganhe energia. Os carboidratos (cereais, massas, p�es e tub�rculos) devem compor metade da refei��o. Eles garantem a energia para as fun��es b�sicas do corpo - malhar, por exemplo.
- Compense o esfor�o f�sico. Prote�nas s�o ess�ncias para a recupera��o dos m�sculos depois da gin�stica. Pela manh� consuma leite e derivados. No almo�o e no jantar, carne, ave ou peixe. Mas n�o abuse da gordura animal. Tire a pele ou a gordura da carne e coma pouca manteiga e ovos.
- Alie-se �s fibras. S�o as boas companheiras da dieta. Reduzem o colesterol e o a��car no sangue, tem poucas calorias e aumentam a sensa��o de saciedade. Prefira alimentos integrais e coma mais frutas, legumes e verduras, que tamb�m tem vitaminas e sais minerais.
- N�o ao belisc�o. Fa�a pequenas refei��es ao longo do dia (caf� da manh�, lanche, almo�o, lanche e jantar).
- Bebida n�o combina com comida. Procure eliminar os l�quidos das refei��es, para evitar distens�es do est�mago e sobrecarga do intestino.
- Jantar light. Os alimentos ingeridos � noite, principalmente os carboidratos, se acumulam sob a forma de gordura.
- Restri��es ao ado�ante. Use na limonada, no caf�, em bebidas amargas. Acostume-se ao sabor natural dos sucos e ch�s.
- A escolha � sua. No restaurante al�m do prato com molho e recheio, bebida alco�lica ou sobremesa.
- Aprenda a mastigar devagar, com calma. Al�m de facilitar a digest�o, voc� d� tempo ao est�mago para avisar o c�rebro que a fome acabou.
- Trocas inteligentes. Queijo amarelo por branco; doce com creme de leite, leite ou ovos pelo que leva s� a��car; molho com maionese, queijo ou creme de leite por molho de tomate ou iogurte desnatado; alimentos fritos por assados, cozidos ou grelhados; doces por frutas ou gelatina diet.
- �lcool atrapalha. Bebidas alco�licas s�o super cal�ricos e n�o t�m nutrientes.

VocE sabia?

Voc� sabia?
            Que copos  descart�veis liberam subst�ncia nociva ao homem quando aquecidos? Que o caf� causa estresse e aumenta a press�o arterial, muita gente j� sabe, mas o h�bito de tomar cafezinhos durante o expediente esconde um outro mal: aquecido, o  pl�stico dos copinhos descart�veis libera uma subst�ncia qu�mica semelhante ao horm�nio feminino, o xenoestrog�nio.

            Ao entrar no organismo junto  com a bebida, o xenoestrog�nio ocupa os receptores desse horm�nio, aumentando a chance de as mulheres terem c�ncer de mama ou �tero. J� os homens ficam mais predispostos ao c�ncer de pr�stata, � infertilidade e � diminui��o do n�mero de espermatoz�ides.
            "Estamos o tempo todo  expostos ao xenoestrong�nio, que � liberado por todos os  derivados de petr�leo. Por isso, devemos evitar os copos pl�sticos para o caf�", alerta a m�dica ortomolecular T�mara Mazaracki. Usar  vasilhas pl�sticas no microondas � contra-indicado. O copinho descart�vel n�o � o �nico material a liberar o xenoestrog�nio, mas torna-se uma das principais fontes, na medida em que o cafezinho costuma ser ingerido v�rias vezes ao dia. "As vasilhas pl�sticas que s�o levadas ao microondas e qualquer material que contenha derivados de petr�leo, ao serem aquecidos, tamb�m liberam xenoestrog�nios", adverte a Dra. T�mara.
            Ela diz que ambientes novos, com carpete e pisos colados tamb�m s�o grandes  emissores de xenoestrog�nios. "As pessoas v�o se envenenando aos poucos. Devemos mudar nossos h�bitos, tomando caf� em x�cara de lou�a ou vidro. O mesmo vale quando usarmos o microondas".

MEDICINA ALTERNATIVA -

MEDICINA ALTERNATIVA -
Dicas de Sa�de
            O maior desafio da medicina alternativa � conscientizar o mundo de que a mesa mata mais do que a guerra. Um estudo realizado por cientistas da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, mostra que a ado��o do estilo de vida saud�vel ajuda a prevenir e a combater doen�as. Infelizmente, poucas pessoas t�m disposi��o para mudar os h�bitos alimentares e exercitar-se, em acordo com a boa norma de sa�de.
            Sabe-se que a diminui��o do consumo de gorduras de origem animal reduz em 30% o risco de doen�as card�acas. Comparada �s causas de morte em todas as idades, a parada card�aca � mais letal do que o c�ncer, a mal�ria e a tuberculose. Em n�meros absolutos, os acidentes de tr�nsito, as armas de fogo e os atropelamentos matam menos do que as doen�as do cora��o. Na maioria das �mortes naturais�, indica-se a parada card�aca como causa do falecimento. Na verdade, sozinho, raramente o cora��o � culpado da morte, mas sim a degenera��o geral dos �rg�os, minados pela a��o do tempo.
            O cuidado com o cora��o deve interessar principalmente a pessoas com idade entre  quarenta e cinq�enta e oito anos. Estatisticamente, esta � a fase mais vulner�vel da vida. Diz o ditado que �a vida come�a aos quarenta�. Infelizmente, para muitas pessoas, a �poca marca o in�cio dos problemas coron�rios. O organismo humano desenvolve uma teia de vasos sangu�neos auxiliares que entram em opera��o assim que uma veia coron�ria se entope. Por�m, este recurso desenvolve-se plenamente somente ap�s os cinq�enta anos, raz�o pela qual, em pessoas jovens, os ataques card�acos costumam ser fulminantes.
Consumo de frituras: 
            Sabe-se que o �leo quente, em ebuli��o, altera as caracter�sticas qu�micas e org�nicas no alimento que � mergulhado nele. Na dieta moderna, a concentra��o cal�rica de alimentos encharcados em �leo tiram o lugar das hortali�as, frutas e cereais in natura. Enquanto o �leo borbulha na frigideira, ele sofre mudan�as qu�micas que o transformam em bomba diet�tica.
            Os triglicer�dios, importantes constituintes de �leos e gorduras, s�o desmembrados pelo calor em glicerol e �cidos graxos. O glicerol continua sofrendo a a��o do calor, provocando a desidrata��o da mol�cula. Este processo de perda de �gua forma uma subst�ncia chamada acrole�na, que � potencialmente cancer�gena. A acrole�na destr�i as fibras el�sticas, e irrita as mucosas gastrintestinal e nasal.
            Entre as maiores v�timas da acrole�na, est�o as art�rias. As fibras el�sticas, que conferem firmeza, elasticidade e higidez � parede arterial, s�o destru�das sistematicamente.
            O resultado � a degenera��o e envelhecimento precoce. Esta quest�o deveria merecer toda a aten��o das pessoas, pois as art�rias s�o o conduto da vida. Elas atuam como segundo cora��o, impulsionam o sangue por meio da elasticidade que as caracteriza. Por�m, a destrui��o das fibras el�sticas diminui, pouco a pouco, esta capacidade.
            Quando o funcionamento delas � comprometido, todo o organismo sofre as conseq��ncias. O fornecimento inadequado de sangue favorece a degenera��o org�nica, diminui a vitalidade e reduz o tempo de vida.
            Al�m de danificar as art�rias, a acrole�na acelera o enrugamento e envelhecimento da pele. N�o h� d�vida de que, sem fritura, a vida � mais agrad�vel. Pessoas que aspiram conservar a pele jovem por mais tempo devem recusar frituras. O �leo reutilizado, que � aquecido sucessivamente, tem efeito mais danoso sobre o organismo. A forma��o de acrole�na e a decomposi��o da gordura ocorrem de forma mais acentuada.
            Est� comprovado que o consumo de gordura, carne vermelha e latic�nios tem rela��o direta com a incid�ncia de c�ncer de pr�stata, intestino e mama. Nos Estados Unidos, pa�s conhecido como a �terra da gordura�, a cada quatorze minutos o c�ncer de pr�stata faz uma v�tima. A concentra��o de gordura dos alimentos acelera o aparecimento de tumores.
            Carnes vermelhas, leites e derivados ativam a produ��o do horm�nio testosterona que, em excesso, intensifica o desenvolvimento das c�lulas prost�ticas, aumentando consideravelmente o risco de c�ncer.
            Entre as mulheres, de cada dez diagn�sticos de c�ncer de mama, nove ocorrem em pessoas com h�bitos insalubres. Dieta rica em gordura, excesso de peso e vida sedent�ria s�o apontados como as principais causas de enfermidades hormonais femininas.
Alimenta��o natural:
            Quanto mais natural a alimenta��o, melhor. Esta � a conclus�o da maioria dos cientistas, nutricionistas, m�dicos e pesquisadores honestos, que n�o deixam de apontar a rela��o cristalina existente entre a dieta moderna e as doen�as terr�veis que assolam a humanidade.
            H� de se observar que em 1910 a doen�a coron�ria era raridade m�dica. Atualmente � enfermidade que mais mata no mundo. No Brasil, a cada dois minutos, uma pessoa � vitimada por problemas card�acos. S�o centenas de milhares de mortes ao ano!!!
Sal: o perigo branco
            O consumo de sal no Brasil � considerado abusivo e perigoso. O consumo per capita chega a doze gramas di�rios, um absurdo. De acordo com a Organiza��o Mundial de Sa�de � OMS, o consumo individual n�o deve exceder a dois gramas di�rios.
            Entre as conseq��ncias do consumo de sal, est�o a reten��o de l�quido, aumento do volume de sangue nas art�rias e eleva��o da press�o arterial.
            A alimenta��o moderna torna-se mais letal por agir em ambiente de ignor�ncia coletiva. Poucas pessoas t�m no��o dos riscos ligados � dieta atual, e cometem suic�dio lento, garfada ap�s garfada.

Filantropia -

- Filantropia -
            O Portal Brasil� disponibiliza abaixo, os endere�os que podem lhe ser �teis sobre filantropia no Brasil. Atrav�s destes links voc� poder� se informar sobre os mais diversos assuntos ligados � �rea:
www.abong.org.br - Associa��o Brasileira de Organiza��es N�o Governamentais
www.andi.org.br - Associa��o de Not�cias dos Direitos da Inf�ncia
www.cliquesemiarido.org.br - Pertencente � "C�ritas Brasileira" e trabalha em conjunto com a CNBB
www.cenpec.org.br - Centro de Estudos e Pesquisas em Educa��o, Cultura e A��o Comunit�ria
www.fundabrinq.org.br - Funda��o Abrinq pelos Direitos da Crian�a e do Adolescente
www.unicef.org/brazil/ - Fundo das Na��es Unidas para a Inf�ncia (Unicef)
www.gife.org.br - Grupo de Institutos, Funda��es e Empresas (Gife)
www.ibase.org.br - Instituto Brasileiro de An�lises Sociais e Econ�micas (IBASE)
www.ethos.org.br - Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social
www.senna.com.br - Instituto Ayrton Senna
www.programavoluntarios.org.br - Programa Volunt�rios do Conselho da Comunidade Solid�ria
www.rits.org.br - Rede de Informa��es para o Terceiro Setor
www.rebidia.org.br - Rede Brasileira de Informa��o e Documenta��o sobre Inf�ncia e Adolesc�ncia
www.saci.org.br - Rede Saci - Solidariedade, Apoio, Comunica��o e Informa��o.

Empregado domEstico - Pagamento de FErias

- Empregado dom�stico -
Pagamento de F�rias
        Os empregados dom�sticos, logicamente que tamb�m tem seus direitos. Para calcular corretamente as f�rias do empregado dom�stico, utilize o exemplo abaixo. Assim voc� fica de acordo com a Lei e evita aborrecimentos:
1) Divida o sal�rio mensal por trinta dias ======================> Ex.: 210,00 : 30 = 7,00 por dia
2) Multiplique o resultado por 24, para ter o valor dos dias de f�rias ===> Ex.: 7,00 x 24 = 168,00 (valor das f�rias)
3) Divida o valor obtido por tr�s, para ter o total do abono ==========> Ex.: 168,00 : 3 = 56,00 (abono)
4) Some o valor das f�rias com o abono ======================> Ex.: 168,00 + 56,00 = 224,00 (valor devido).
(*) Se o pagamento for proporcional a menos de um ano, divide-se esse total por doze e multiplica-se pelo n�mero de meses trabalhados;
(*) Se o m�s tiver cinco domingos, multiplique o resultado por 25 e efetue o restante do c�lculo;
(*) O empregado dom�stico tem direito a vinte dias de f�rias, mais os domingos. Em geral, s�o 24 dias, mas em alguns meses isso chega a 25 dias. Assim, confira o m�s das f�rias do seu empregado para verificar quantos dias exatamente ele tem direito ao descanso remunerado.
Outros direitos:
        Relacionamos abaixo todos os demais direitos e cuidados que voc� deve ter com seu empregado dom�stico:
1�) Assine a carteira de trabalho do empregado (CTPS), desde o primeiro dia;
2�) Evite pagar menos que o sal�rio m�nimo;
3�) Para o per�odo de teste, pode-se fazer um contrato de experi�ncia de 30 a 90 dias;
4�) Nesse per�odo de experi�ncia, caso o empregado seja dispensado, n�o haver� outro �nus a n�o ser os dias trabalhados;
5�) � imprescind�vel o recolhimento da contribui��o ao INSS que � de 8% do sal�rio registrado. O empregado faz a inscri��o em qualquer posto do sistema previdenci�rio;
6�) Outros direitos do trabalhador dom�stico: 13� sal�rio, f�rias e descanso semanal remunerado;
7�) Licen�a-maternidade de 120 dias, licen�a-paternidade de cinco dias, aux�lio-doen�a e aposentadoria por invalidez ou idade (65 anos para homens e 60 para mulheres), s�o pagos pelo INSS;
8�) Os chamados trabalhadores do lar, s�o amparados por Lei federal, que abrange empregado para servi�os gerais, jardineiro, motorista, auxiliar de enfermagem e qualquer outro profissional que preste servi�o cont�nuo para uma resid�ncia;
9�) Esses profissionais n�o tem direito a horas extras e adicional noturno e nem ao recolhimento do FGTS, mas nada impede um acordo entre as partes;
10�) Na dispensa de um empregado, seja claro e pague todos os direitos trabalhistas, incluindo aviso-pr�vio, 13� proporcional (um doze avos para cada m�s trabalhado naquele ano e f�rias (c�lculo acima);
11�) Por fim: Pegue recibo de todo e qualquer pagamento, independentemente do valor e da finalidade. Nunca deixe isso para depois, isso � a sua seguran�a e tranquilidade para evitar transtornos trabalhistas no futuro.

TARIFAS TELEFONICAS:


Aparelho/equipamento Pot�ncia M�dia
(Watts)
Tempo m�dio de
uso di�rio (horas)
Consumo m�dio
mensal (Kwh)
Aparelho de som comum 20 4:00 2,4
Aparelho de som grande, com CD 100 4:00 12
Aquecedor central 1.500 2:00 90
Ar-condicionado (7500 btus) 1.000 8:00 240
Aspirador de P� 1.000 0:20 10
Bomba d��gua 300 0:30 4,5
Cafeteira el�trica 1.000 1:00 30
Chuveiro el�trico 3.500 0:40 70
Chuveiro el�trico 4.500 0:40 88
Computador com impressora 250 3:00 22,5
Ferro de passar roupa 1.000 1:00 30
Forno el�trico 1.500 0:40 45
Forno de microondas 1.300 0:20 13
Forno el�trico autom�tico 1.000 1:00 12
Freezer 400 10:00 120
Geladeira 2 portas 300 10:00 90
Geladeira 1 porta 200 10:00 80
L�mpada 100 watts 100 5:00 15
Lava-Lou�a 1.500 0:40 15
M�quina de Lavar Roupa 1.500 0:30 9
Secador de cabelo 1.000 0:10 5
Secadora de roupa 3.500 1:00 42
Torneira el�trica (aquecida) 3.500 0:30 52,5
Torradeira el�trica 800 0:10 4
TV 14 polegadas 60 5:00 9
TV 20 polegadas 90 5:00 13,5
TV preto e branco 40 5:00 6
Ventilador 100 8:00 24
DICAS:
- Evite o uso de benjamim, ele aumenta o consumo de energia.
- Use aparelhos el�tricos fora do hor�rio de pico (de 17:30 �s 20:30), isso � sin�nimo de economia.
- Para efeito do c�lculo de geladeira e freezer, foi calculado o tempo m�dio que o compressor fica ligado para mant�-los na temperatura adequada. N�o use roupas para secar atr�s da geladeira. Isso aumenta muito o consumo.
- N�o coloque alimentos quentes na geladeira. Deixe esfriar fora antes. Evite de abri-la sem necessidade.
- Troque as l�mpadas incandencentes por fluorescentes. Apesar de custarem at� dez vezes mais, as fluorescentes tem dupla vantagem: duram mais e gastam menos energia, chegando a economizar 80%.
- Se necessitar de lumina��o mais forte, use uma �nica l�mpada de menor pot�ncia em de vez v�rias de pot�ncia menor.
- Em ambientes refrigerados, d� prefer�ncia a l�mpadas fluorescentes. A incandescente de 100 watts, por exemplo, produz apenas dez watts de ilumina��o. O restante � calor que obriga o ar-condicionado a funcionar mais (se houver).
- Ventilador consome 20% a menos de energia que um aparelho de ar-condicionado de 7.500 BTUs.
- Procure passar as roupas apenas uma ou no m�ximo duas vezes por semana. Evite desligar e ligar o ferro a todo momento e passe tudo de uma vez. At� o mesmo atinja a temperatura ideal, � energia jogada fora.
- Chuveiro: mantenha a chave na posi��o ver�o e evite banhos prolongados. N�o reaproveite resist�ncia queimada.
- Aparelhos antigos consomem mais, se tiver op��o ligue sempre o mais novo primeiro e mais vezes que o antigo.
- N�o existe diferen�a de consumo entre 110 e 220 volts. O consumo est� ligado � pot�ncia (watts) e n�o � voltagem.
- Para efeito de banho foram considerados 5 banhos de 8minutos cada, por dia.
- Economia: Voc� tem que economizar 20% do consumo m�dio dos meses de maio, junho e julho de 2000. Exemplo: Consumo de Maio: 230 kwh, Junho: 300 Kwh, Julho: 292 khw = 822 kwh : 3 = M�dia de 274 Khw. Voc� ter� que economizar 20% disso, ou seja 54,8 khw. Sua conta ter� que ser de no m�ximo: 219,2 khw. Acima disso paga multa e sofrer� um corte de energia por 3 (tres) dias consecutivos. Se isso se repetir, o corte ser� de 6 (seis) dias consecutivos por m�s.
- B�nus: Caso voc� atinja a meta do governo, ter� direito a um b�nus. Se sua conta for de at� 100 Khw, o b�nus ser� de R$ 2,00 para cada R$ 1,00 economizado. Para quem tem m�dia de consumo acima disso, o b�nus ser� de R$ 1,00 para cada R$ 1,00 economizado.
- Tarifas:At� 100 khw/m�s - est�o isentos da redu��o obrigat�ria de 20% e as tarifas ficam inalteradas.
Entre 101-200 khw/m�s - est�o obrigados � redu��o de 20% e as tarifas ficam inalteradas.
Entre 201-500 khw/m�s - est�o obrigados � redu��o de 20% e as tarifas sofrer�o acrescimo de 50% (Exemplo: se voc� tem um consumo de 340khw/m�s, at� 200khw/m�s a tarifa � id�ntica � anterior e os 140 khw/m�s de excesso sofrer�o acr�scimo de 50%).
Acima de 501 khw/m�s - est�o obrigados � redu��o de 20% e as tarifas sofrer�o acr�scimo de 200% (Exemplo: se voc� consome 620 khw/m�s, at� 200khw/m�s o valor permanece inalterado, de 201-500khw/m�s o aumento ser� de 50% e acima de 501 (ou seja, 120 khw/m�s, o acr�scimo ser� de 200%)

28 de ago de 2010

Identidade e CPF

Identidade e CPF  são um dos documentos praticamente obrigatórios para qualquer brasileiro. Acontece, que as vezes seja por esquecimento ou por puro desleixo, muitas pessoas acabam não tendo o CPF ou o RG. Para tirar esses dois documentos é necessário saber o seguinte.
- É cobrado uma taxa para a emissão do CPF, geralmente em torno de 5 reais e da identidade, que fica por volta dos 8 reais (em Minas) (varia de estado para estado).
- É preciso ter certidão de nascimento.
Caso você atenda os dois requisitos acima, basta fazer os seus documentos nos seguintes locais.
CPF: Caixa Econômica Federal ou Correios.
-É necessário levar a identidade ou certidão de nascimento.
- A apresentação do título de eleitor é obrigatória para quem possui mais de 18 anos, sendo desnecessário após os 70.
RG (Identidade): Delegacia de Polícia ou Serviço de Atendimento ao Público do estado.
- A Certidão de nascimento ou casamento é requerido.
- O cidadão também deverá apresentar duas fotos 3×4.

PisPasep – Sacar, Calendário de Pagamentos e como receber

Pis/Pasep, Programa de Integração Social, tem a finalidade de integrar empresa e funcionário. Através de um cadastro, o beneficiário poderá consultar e sacar benefícios sociais geridos pela Caixa.
Como receber o PIS?
Para ter direito ao PIS/Pasep. é necessário um cadastro, o qual deve ser feito pelo empregador, em sua primeira contratação. Após essa etapa, basta aguardar o recebimento do cartão com o número de inscrição.
Saque de Cotas
Quem é trabalhador, e foi cadastrado no PIS/Pasep até Outubro de 1988 e recebeu saldo de cotas, pode ainda ter saldo. O Saque pode ser efetuado em qualquer agência da Caixa, em qualquer dia de atendimento.
Calendário de Pagamentos
Clique aqui para acessar o calendário de pagamentos do PIS/Pasep.

maquiagem para olhos

Uma boa maquiagem nos olhos é fundamental. Até porque de vez em quando muita gente acorda com olheiras, e elas obviamente devem ser “disfarçadas”.
Para fazer a maquiagem ideal para os seus olhos você deve primeiramente observar qual a forma dos seus olhos, e com base nela usar a maquiagem.
Olhos Juntos
Use tons claros e pastéis para iluminar a expressão. Dê um toque cintilante à região próxima ao nariz, imediatamente no início do canal lacrimal, para parecer que eles estão um pouco mais longe.
Olhos Afastados
Um tom mais escuro levemente esfumaçado, como por exemplo o marrom ou o verde-musgo, no canto interno, cria a ilusão de aproximá-los. Mas, ao esfumaçar, cuidado para não deixar a fisionomia pesada.
Olhos Saltados
Esfumace a região da pálpebra sobre o globo ocular com uma sombra opaca escura, como marrom ou ferrugem. Arrisque, ainda, um toque de preto à noite. Inicie com um esfumaçado escuro na raiz dos cílios, indo até a dobra do olho, fazendo um degradê suave e uniforme. Isso faz com que pareçam menores e mais fundos.
Olhos Fundos
Cores claras, como branco, bege, areia e marfim, elevam a expressão e dão um ar de elegância. Devem ser aplicadas em toda a área móvel, da linha de transferência até a raiz dos cílios. Já na área rente às sobrancelhas, use sombras de tons médios, como rosa, salmão ou coral.
Olhos Caídos
Tons nacarados, cintilantes, dourados e cobres levantam a fisionomia e conferem um ar de felicidade. No canto externo, faça um suave movimento ascendente com sombra grafite ou preta. O curvex também é um aliado de peso.
Fonte: Sortimentos

Como manter esse bronzeado?

no verão, época perfeita para quem quer ter aquele bronzeado. Principalmente porque estamos nos aproximando do carnaval e todo mundo quer estar na sua melhor forma para curtir a folia.
Se você foi à praia e conseguiu o bronzeado que você queria, parabéns. Mas, e agora? Como manter esse bronzeado?
Primeiramente é importante usar filtro solar, com no mínimo, FPS 15. Evitar o sol entre as 10h e 16h é importante, pois os raios UV-B, que são os raios presentes nesse horário, não deixam a pele bronzeada, apenas vermelha. São os raios UV-A que causam o efeito de bronzeamento.
Evitar esfoliação é importante se você deseja manter o bronzeado. Manter a pele bem hidratada é outra dica importante, pois à medida que ela resseca, ela escama e isso vai diminuindo o bronzeado até desaparecer por completo. A hidratação ajuda a diminuir o ressecamento, de modo que acaba contribuindo para que o bronzeado dure por mais tempo.

Como manter esse bronzeado?

no verão, época perfeita para quem quer ter aquele bronzeado. Principalmente porque estamos nos aproximando do carnaval e todo mundo quer estar na sua melhor forma para curtir a folia.
Se você foi à praia e conseguiu o bronzeado que você queria, parabéns. Mas, e agora? Como manter esse bronzeado?
Primeiramente é importante usar filtro solar, com no mínimo, FPS 15. Evitar o sol entre as 10h e 16h é importante, pois os raios UV-B, que são os raios presentes nesse horário, não deixam a pele bronzeada, apenas vermelha. São os raios UV-A que causam o efeito de bronzeamento.
Evitar esfoliação é importante se você deseja manter o bronzeado. Manter a pele bem hidratada é outra dica importante, pois à medida que ela resseca, ela escama e isso vai diminuindo o bronzeado até desaparecer por completo. A hidratação ajuda a diminuir o ressecamento, de modo que acaba contribuindo para que o bronzeado dure por mais tempo.

suco emagrecedor

Se você está tentando emagrecer saiba que há alguns sucos que podem te ajudar nessa sua jornada. Geralmente esses sucos funcionam da seguinte forma, possuem nutrientes, mas poucas calorias, além de funcionarem como inibidores de apetite.
Esses sucos emagrecedores são relativamente fáceis de se fazer, e os ingredientes costumam ser baratos e fáceis de serem encontrados.
Veja abaixo uma receita de um suco emagrecedor ou suco que ajuda emagrecer.
Ingredientes
Um punhado de salsinha com talo
1 fatia de abacaxi
4 folhas de hortelã
1 colher de chá de hoodia gordonei
2 colheres de chá de psilium em pó
1 colher de chá de ibisco em pó
1 copo de água
Modo de preparo
Passo a Passo
Bater juntos a salsinha, o abacaxi e o hortelã. Coar e
misturar os ingredientes.
Tomar 1 copo três vezes ao dia.

Feijoada. Saiba como fazer.

Receita de Feijoada. Saiba como fazer.

Feijoada é um prato tipicamente brasileiro. Contudo, não é todo brasileiro que sabe como fazer.
A feijoada leva diversos tipos de carne e temperos. Apesar de ser uma comida de difícil digestão é muito saborosa e pode ser acompanhada por uma farofa, galinhada e couve.
Ficou com água na boca? Veja abaixo uma receita de feijoada feita pelo restaurante Bolinha, o qual é especialista em feijoadas.
Receita de Feijoada para 6 pessoas.

  • 200g carne seca bovina (lagarto, coxão duro)

  • 200g costela de porco

  • 200g pé de porco salgado

  • 100g rabo suína salgado

  • 100g orelha de porco salgada

  • 150g lombo de porco defumado ou salgado

  • 100g língua bovina defumada

  • 100g paio fatiado

  • 100g lingüiça portuguesa fatiada

  • 50g bacon em cubos

  • 1 kg feijão preto

  • 2 cebolas picadinhas

  • 100g alho picado

  • 6 folhas louro

  • 2 laranjas com casca cortadas ao meio

  • Como fazer:
    Limpe bem as carnes salgadas, tirando o excesso de gorduras e nervuras, limpando os pêlos e colocando-as de molho em água por 24 horas, trocando-se a água três a quatro vezes durante este período.
    Ferva as carnes salgadas em peças inteiras, durante mais ou menos 20 minutos em fogo forte, e jogue a água fora, pois nela está todo o excesso de gordura. Coloque então as carnes para cozinhar de forma definitiva, já com o feijão, as folhas de louro e as laranjas cortadas em metades, na seguinte ordem: carne seca, pé e orelha. Meia hora depois coloque a língua, o rabo e a costela, e após meia hora, coloque o lombo, a lingüiça, o paio e o bacon, cuidando para tirar e jogar fora, durante todo o cozimento, a gordura que for subindo à superfície.
    Em uma frigideira, doure bem a cebola e o alho em duas xícaras de óleo previamente aquecido, colocando na panela do cozimento, junto com as últimas carnes para cozinhar, retirando antes as metades das laranjas, que já cumpriram a sua missão de ajudar a cortar a gordura das carnes.Após duas horas comece a testar o grau de cozimento da carnes com o garfo, pois nem todas chegam ao grau de maciez ao mesmo tempo, retirando e reservando as que já estiverem no ponto.
    Quando todas as carnes e o feijão estiverem no ponto, retire e corte as carnes em pedaços pequenos para servir, voltando para a panela com o feijão e cozinhando por mais 10 a 15 minutos em fogo brando.
    Sirva com arroz branco e couve refogada no azeite e alho, e uma bela farofa de mandioca.

    16 de ago de 2010

    Gel fixador para cabelos com baixa fixação

    Gel fixador para cabelos com baixa fixação, contém um agente de brilho (extrato de henna) e um agente umectante (propilenoglicol) que confere aos cabelos o efeito de brilho molhado.

    Fórmula para 10 quilos:
    Polímero carboxivinilíco (Carbopol 940)
    50 g
    Propilenoglicol
    1 kg
    Metilparabeno
    15 g
    Propilparabeno
    5 g
    Polivinilpirrolidona (PVP K 90 )
    100 g
    Trietanolamina
    60 g
    Essência Hidrossolúvel (solúvel na água)
    20 g
    Extrato de Henna
    100 g
    Corante
    q.s
    Água deionizada q.s.p (até completar 10 quilos)
    10 quilos

    Modo de preparo:
    Em um recipiente adequado adicione 7 quilos de água, sob agitação adicione o polímero e agite até solubilização (até não haver grumos).
    Em outro recipiente adicione o propilenoglicol, metilparabeno e propilparabeno, em seguida aqueça até solubilização dos pós e adicione na mistura anterior sob agitação.
    Em outro recipiente adicione 1 quilo de água e o polivinilpirrolidona e misture bem até solubilização do polivinilpirrolidona e em seguida adicione ao produto sob agitação.
    Sob agitação adicione a essência hidrossolúvel e o corante previamente diluído em água.
    Adicione o extrato de henna sob agitação.
    Faça a correção do pH que deve ficar entre 6,0 e 6,5 com a trietanolamina, adicione aos poucos sob agitação até atingir o pH adequado
    Complete com água deionizada até atingir os 10 quilos e homogeneíze bem.
    Obs.: Para acelerar a secagem do gel nos cabelos pode-se adicionar até 1 quilo de álcool 96º ao produto ( nesse caso diminua a quantidade da água em 1 quilo).

    Gel fixador para cabelos com média fixação

    Gel fixador para cabelos com média fixação, contém um agente de brilho (extrato de henna) e um agente umectante (propilenoglicol) que confere aos cabelos o efeito de brilho molhado.
    A fórmula é parecida com a de baixa fixação, o que muda é a quantidade de Polivinilpirrolidona (fixador).

    Fórmula para 10 quilos:
    Polímero carboxivinilíco (Carbopol 940)
    50 g
    Propilenoglicol
    1 kg
    Metilparabeno
    15 g
    Propilparabeno
    5 g
    Polivinilpirrolidona (PVP K 90 )
    200 g
    Trietanolamina
    60 g
    Essência Hidrossolúvel (solúvel na água)
    20 g
    Extrato de Henna
    100 g
    Corante
    q.s
    Água deionizada q.s.p (até completar 10 quilos)
    10 quilos

    Modo de preparo:
    Em um recipiente adequado adicione 7 quilos de água, sob agitação adicione o polímero e agite até solubilização (até não haver grumos).
    Em outro recipiente adicione o propilenoglicol, metilparabeno e propilparabeno, em seguida aqueça até solubilização dos pós e adicione na mistura anterior sob agitação.
    Em outro recipiente adicione 1 quilo de água e o polivinilpirrolidona e misture bem até solubilização do polivinilpirrolidona e em seguida adicione ao produto sob agitação.
    Sob agitação adicione a essência hidrossolúvel e o corante previamente diluído em água.
    Adicione o extrato de henna sob agitação.
    Faça a correção do pH que deve ficar entre 6,0 e 6,5 com a trietanolamina, adicione aos poucos sob agitação até atingir o pH adequado
    Complete com água deionizada até atingir os 10 quilos e homogeneíze bem.
    Obs.: Para acelerar a secagem do gel nos cabelos pode-se adicionar até 1 quilo de álcool 96º ao produto ( nesse caso diminua a quantidade da água em 1 quilo)

    Gel fixador para cabelos

    Gel fixador para cabelos com alta fixação, contém um agente de brilho (extrato de henna) e um agente umectante (propilenoglicol) que confere aos cabelos o efeito de brilho molhado.
    A fórmula é parecida com a de baixa e de média fixação, o que muda é a quantidade de Polivinilpirrolidona (fixador).
    Para que o produto fique com um custo menor, você pode retirar o extrato de henna, adicionando água na mesma proporção do extrato.

    Fórmula para 10 quilos:
    Polímero carboxivinilíco (Carbopol 940)
    50 g
    Propilenoglicol
    1 kg
    Metilparabeno
    15 g
    Propilparabeno
    5 g
    Polivinilpirrolidona (PVP K 90 )
    400 g
    Trietanolamina
    60 g
    Essência Hidrossolúvel (solúvel na água)
    20 g
    Extrato de Henna
    100 g
    Corante
    q.s
    Água deionizada q.s.p (até completar 10 quilos)
    10 quilos

    Modo de preparo:
    Em um recipiente adequado adicione 7 quilos de água, sob agitação adicione o polímero e agite até solubilização (até não haver grumos).
    Em outro recipiente adicione o propilenoglicol, metilparabeno e propilparabeno, em seguida aqueça até solubilização dos pós e adicione na mistura anterior sob agitação.
    Em outro recipiente adicione 1 quilo de água e o polivinilpirrolidona e misture bem até solubilização do polivinilpirrolidona e em seguida adicione ao produto sob agitação.
    Sob agitação adicione a essência hidrossolúvel e o corante previamente diluído em água.
    Adicione o extrato de henna sob agitação.
    Faça a correção do pH que deve ficar entre 6,0 e 6,5 com a trietanolamina, adicione aos poucos sob agitação até atingir o pH adequado
    Complete com água deionizada até atingir os 10 quilos e homogeneíze bem.
    Obs.: Para acelerar a secagem do gel nos cabelos pode-se adicionar até 1 quilo de álcool 96º ao produto ( nesse caso diminua a quantidade da água em 1 quilo).

    condicionador sem enxágüe

    Fórmula de condicionador sem enxágüe, com propriedades emolientes e hidratantes. Indicado principalmente para cabelos secos.

    Fórmula para 10 quilos de produto:
    Behentrimoniun Chloride (Genamin KDMP) 120 gramas
    Poliquaternio 7 100 gramas
    Glicerina 300 gramas
    Cloreto de Cetil trimetil amônio (25%) 60 gramas
    Manteiga de karité 50 gramas
    Álcool cetoestearilico 30/70 500 gramas
    Metilparabeno 15 gramas
    Propilparabeno 5 gramas
    Extrato glicólico de babosa (Aloe Vera) 100 gramas
    Ácido cítrico q.s (pH 4,0 – 4,5)
    Essência q.s
    Água deionizada 8750 gramas

    Modo de preparo:
    Em recipiente adequado aqueça o Genamin, o poliquaternio, a glicerina e a água até 85ºC.
    Em outro recipiente aqueça o cloreto de cetil trimetil amôneo, manteiga de karité, álcool cetoestearilico, metilparabeno e propilparabeno até 85ºC.
    Em seguida adicione a primeira mistura aquecida sobre a segunda, sob agitação, homogeneizando cuidadosamente.
    Proceda com o resfriamento do produto sob agitação moderada, quando o produto chegar nos 40ºC, verificar o pH e se necessário ajustar com ácido cítrico para pH 4,0 a 4,5.
    Quando a temperatura atingir 35ºC, adicione a essência e o extrato de babosa e agite bem para homogeneização do produto.

    óleo para banho

    óleo para banho com propriedades emolientes e hidratantes, indicado para todos os tipos de pele.

    Fórmula para 10 quilos:
    Triglicerídeo cáprico / caprilico 1 kg
    Estearato de  octila 1 kg
    Silicone volátil 500 gramas
    Óleo de amêndoas 500 gramas
    BHT 5 gramas
    Essência (lipossolúvel) q.s
    Óleo mineral 6995 gramas

    sabonete íntimo:

    Fórmula para 100 litros de sabonete íntimo:

    Produto Função Quantidade
    Lauril éter sulfato de sódio Tensoativo/detergente/espumante 28%(28 kg)
    Amida 90 Espessante/sobreengordurante 3,5%(3,5 kg)
    Cocoamidopropil betaína Tensoativo anfótero/redutor de irritabilidade 3%(3 kg)
    Ácido lático Corretor de pH q.s (pH 4,5 a 5,0)
    Phenonip Conservante/preservante 0,5%(500 g)
    Corante Apelo estetico q.s (quant.suficiente)
    Essência Apelo estetico/perfume q.s (quant.suficiente)
    Cloreto de sódio Espessante/corretor de viscosidade q.s (quant.suficiente)
    Mentol (opicional) Agente de refrescancia 0,5% (500 gramas
    Água desmineralizada q.s.p veiculo Até completar os 100 litros

    Modo de preparo:
    Em recipiente limpo e adequado adicione 50 litros de Água, o Lauril, a Amida e o Cocoamidopropil, agite para homogeneização.
    Em seguida corrija o pH com Ácido latico, adicionando aos poucos sob agitação, o pH deve ficar levemente ácido (4,5 a 5,0).
    Em recipiente a parte dilua o Mentol em quantidade suficiente de Álcool etilico 96º, a seguir adicione esta mistura aos poucos e sob agitação.
    Adicione sob agitação o Corante, a Essência e o Phenonip, complete o volume com Água e acerte a viscosidade adicionando sob agitação Cloreto de sódio diluido em Água.

    loção hidratante

    loção hidratante

    Fórmula de loção hidratante.

    Fórmula para 10 litros:
    Álcool Cetílico 30 gramas
    Ácido Esteárico 100 gramas
    Monoestearato de Glicerila 100 gramas
    Polawax 50 gramas
    Óleo de Silicone 100 gramas
    Miristrato de Isopropila 100 gramas
    Vaselina Líquida 50 gramas
    Óleo de Amêndoas 300 gramas
    Nipazol 5 gramas
    Nipagim 15 gramas
    Trietanolamina 10 gramas
    Propilenoglicol 500 gramas
    Eumulgin B-2 100 gramas
    Essência cosmética 20 gramas
    Corante (opcional) q.s
    Água deionizada q.s.p até completar os 10 litros

    Modo de preparo:
    Em recipiente adequado aqueça o Álcool Cetílico, o Ácido Esteárico, o Monoestearato, o Polawax, o Óleo de Silicone, o Miristrato de Isopropila, a Vaselina Liquida, o Óleo de Amêndoas, o Nipazol e o Eumulgin á  80 - 85° C.
    Em outro recipiente Aqueça o Nipagin, o Propilenoglicol e Água Deionizada até 80 - 85° C. Verter esta mistura sobre a mistura anterior e agitar por 10 minutos.
    Adicionar a Trietanolamina sob agitação, proceder com o resfriamento do produto sob agitação constante.
    Quando a loção estiver fria, adicione a Essência e o corante diluído em água e agite até homogeneização completa.
    Obs.: O corante é opcional, se não quiser não adicione.

    shampoo para cabelos cacheados

    Fórmula de shampoo para pessoas com cabelos cacheados, produto com facilidade de aplicação, controle de frizz e leve ação condicionante nos cabelos.
    Fórmula para 10 litros de shampoo:
    Lauril éter sulfato de sódio 3500 gramas
    Dietanolamina de ácido graxo de coco (Amida 90) 300 gramas
    Cocoamidopropil betaína 200 gramas
    Base perolizante 300 gramas
    PEG-12 dimeticone (Dow Corning 5324 Fluid)
    200 gramas
    Crothix Líquido 50 gramas
    Koralone LA 5 gramas
    Cloreto de sódio q.s
    Ácido cítrico q.s
    Essência q.s
    Corante q.s
    Água deionizada até completar os 10 litros
    Modo de preparo do shampoo:
    Misture em um recipiente o PEG-12 dimeticone, o Lauril éter sulfato de sódio, a Base perolizante, a Dietanolamina de ácido graxo de coco e o Cocoamidopropil betaína.
    Em outro recipiente adequado adicione 4 litros de Água deionizada, a seguir adicione o Koralone e agite. Adicione esta mistura na mistura anterior sob agitação lenta.
    A seguir adicione sob agitação o Crothix Líquido, a Essência e o corante.
    Verifique o pH que deve ficar entre 5,5 a 6,5, caso seja necessário corrija o pH com Ácido cítrico diluído em Água.
    A seguir complete para 10 litros com a Água deionizada e acerte a viscosidade com o Cloreto de sódio diluído em Água deionizada, adicionando aos poucos sob agitação até obter a viscosidade desejada.

    pasta de brilho

    Formulação gratuita de Pasta de brilho transparente (polidor com brilho para alumínio), produto utilizado para dar brilho em panelas e vários outros utensílios de alumínio. Esta fórmula utiliza o Ácido graxo de soja no lugar do Ácido graxo de arroz (o de arroz é difícil de encontrar).

    Fórmula para fazer 10 kg.
    Ácido graxo de soja 2300 gramas
    Trietanolamina 300 gramas
    Potassa cáustica 470 gramas
    Essência 50 ml
    Corante q.s
    Água Até completar os 10 kg

    Modo de preparo:
    Diluir a potassa cáustica em 1/2 litro de água em recipiente que não seja de alumínio.
    Colocar no fogo o ácido graxo de soja com 6,8 litros de água até ferver.
    Tirar do fogo e ir adicionando a trietanolamina vagarosamente, mexendo sem agitar (devagar).
    Em seguida adicionar a potassa diluída, homogeneizar sem fazer espuma, adicionar o corante e quando a temperatura abaixar um pouco colocar a essência. Deixar esta mistura repousar até ficar totalmente transparente.
    Obs: A potassa diluída deve ser adicionada aos poucos e lentamente para evitar que a
    mistura ferva e transborde do recipiente.
    A transparência da pasta obtém-se em dois dias.

    alvejante

    Fórmula de alvejante sem cloro para roupas coloridas com peróxido de hidrogênio.


    Formula para 10 litros:
    Peróxido de hidrogênio (a 30%) 50 gramas
    Álcool láurico 7 OE 100 gramas
    Sequestrante (EHDP) 20 gramas
    DTPA Pentasódico 40% (Dissolvine D40) 20 gramas
    Essência especial para alvejante q.s
    Água deionizada até completar os 10 litros

    Modo de preparo:
    Em recipiente adequado adicione cerca de oito litros de água, em seguida adicione sob agitação moderada o álcool láurico, o EHDP e o DTPA pentasódico, agite até homogeneização.
    Em seguida adicione sob agitação o peróxido de hidrogênio, verifique o pH que deve ficar entre 4,5 a 5,5, caso seja necessário corrija o pH com solução de ácido clorídrico, adicionando aos poucos, sob agitação até chegar no pH indicado.
    Em seguida adicione a essência sob agitação, complete com água até obter os 10 litros de produto e agite para completa homogeneização.
    O produto deve ser envasado em embalagem plástica opaca. 
    Teor de oxigênio ativo do produto: 0,07%
    Recomendações sugestivas de uso:
    Para lavagem manual de roupas, adicione 100 ml do produto (alvejante sem cloro) para cada 10 litros de água.
    Para lavagem de roupas na máquina, adicione 100 ml do produto (alvejante sem cloro) para cada ciclo de lavagem.
    Para melhores resultados, aplique uma colher de sopa do produto (alvejante sem cloro) diretamente sobre a mancha antes da lavagem, deixe agir por no máximo 5 minutos e proceda a lavagem normalmente.

    As formulações publicadas neste blog precisam ser testadas e aprovadas por pessoa habilitada, ficando responsável pela observância das disposições legais, assim como das referentes aos direitos de patentes. O formulador final ficará responsável em respeitar a legislação local e obter as autorizações que forem necessárias.


    ensine seu cachorro fazer as necessidades no lugar certo

    Como ensinar seu cachorro fazer as necessidades no lugar certo

    A cena é típica: você é uma pessoa que adora cachorros e gosta de tê-los sempre por perto, mesmo dentro de casa. Você vira as costas num momento e quando volta, lá está a sujeira que seu bichinho insiste em fazer por todos os lugares da casa.

    Como ensinar o pobre cachorro a fazer tudo num lugar só?

    A primeira coisa que você precisa saber é que há dois lugares ideais para que seu cão faça as necessidades: em uma caixa de areia (exatamente, isso não é só para gatos) e em jornais.

    O método é bem simples: todos os dias, quando o cachorro acordar e depois de cada refeição, leve-o para o seu “banheirinho”, lá ele deverá fazer suas necessidades. É provável que nos primeiros dias ele não entenda o que você quer e saia fazendo as mesmas coisas pela casa. Você deve puní-lo toda vez que ele fizer isso, dê palmadas fortes o suficientes para doer, mas não machucar o animal.

    Passado algum tempo, o cãozinho vai entender o que você quer ao levá-lo para aquele local e passará a fazer as necessidades ali. Lembre-se de recompensá-lo com carinho e até petiscos quando ele fizer a coisa certa, mas mostre-se decepcionado quando ele fizer errado.
    Dicas sobre o local das necessidades

    1. Deixe o animal mais à vontade posicionando o banheiro longe de entradas e saídas da casa
    2. Depois de escolhido o lugar, nunca troque a posição do banheiro
    3. Não olhe ou deixe outras pessoas olharem o animal enquanto ele faz as necessidades
    4. Mantenha o local sempre limpo (ninguém, nem os cachorros, gostam de banheiros sujos!)
    5. Sempre recompense-o ou puna-o por bons e maus atos. Um passeio também é uma forma de recompensa, os caẽs adoram!

    montagem de fotos é fácil!!!

    Escrever em FotosEscrever em Fotos
    Agora você tem um jeito fácil de escrever nas suas fotos
    Foto a lápis/carvãoDesenho a Lápis
    Essa montagem transforma sua foto em um lindo desenho a lápis
    Foto com BalõesFoto com Balões
    Adicione divertidos balões de fala em suas fotos
    Mosaico 2x2Mosaico 2x2Cadastre-se grátis, para usar essa montagem
    Crie um mosaico com quatro fotos, pra decorar o computador

    Colagem de FotosColagem de FotosCadastre-se grátis, para usar essa montagem
    Uma colagem de três fotos, com uma ao fundo e duas pequenas
    FotomontagemFotomontagem
    Montagem com ícones divertidos ou românticos, você escolhe

    Quadro de FotosQuadro de FotosCadastre-se grátis, para usar essa montagem
    Um lindo quadro de 14 fotos, bom pra colocar no álbum do Orkut
    Colagem de FotosColagem de FotosCadastre-se grátis, para usar essa montagem
    Colagem de quatro fotos com estilo de fotos 'Polaroid'

    Cartaz de ProcuradoCartaz de Procurado
    Crie um divertido cartaz de procurado com a foto de um amigo
    Mosaico 3x1Mosaico 3x1Cadastre-se grátis, para usar essa montagem
    Crie um mosaico de três fotos pequenas e uma em destaque

    CalendárioCalendário
    Faça calendários com suas fotos, escolhendo o mês que desejar
    Foto no OutdoorFoto no Outdoor
    Já pensou em colocar sua foto em um outdoor? Aqui é fácil!

    Tons de CinzaTons de Cinza
    Transforma fotos coloridas em tons de cinza, preto-e-branco
    Calendário de MesaCalendário de Mesa
    Calendários pequenos de mesa feitos com suas fotos

    Papel de ParedePapel de Parede
    Decore seu computador com um papel de parede diferente
    Fade das BordasFade das Bordas
    Cria um efeito de esmaecimento nas bordas das fotos

    Envelhecimento/SepiaEnvelhecimento/Sepia
    Dê um tom envelhecido às suas fotos com o efeito 'sepia'
    Foto NegativoFoto Negativo
    Veja como fica sua foto dentro de um negativo de filme com cores

    Foto SeloFoto Selo
    Aqui sua foto fica parecendo um selo antigo
    Borda EmbaçadaBorda Embaçada
    Adicione uma moldura embaçada nas suas fotos

    ASCII ArtASCII Art
    Uma foto pode ser formada só de letrinhas? Pode sim!
    Cartão com MensagemCartão com Mensagem
    Faça cartões com mensagem para seus amigos

    Postagens populares

    Minha lista de blogs

    tang

    Abobora Doce Recheada Adimito Amendoas Bacalhoada Bolinho Caranguejo Bolinho Recheado Queijo Bolos Decorados Mecanico Calda Manjar Carne Receita Cerveja Creme De Maca Croqueta Frango Presunto Feito Cuscuz Marroquino Folhadinhos Rapidos Gelatina Abacaxi Hoteis Inquilinato Laranja Morangos Licor Ameixa Macas Glaceadas Massa Leitao Massas Yakisoba Menus Dia Namorados Microondas Pao Molho Requeijao Frango Molhos Especial Tender Muffins De Halloween Paelha Marisco Panquecas Ovos Pate De Caviar Pessego Receitas De Pimenta Limao Polpa Manga Receitas Castanhas Portuguesas Receitas Cheesecake Receitas Rapidas Natal Repolho Crespo Risotto Pato Saladas Vinaigrette Sobremesas De Copinhos Sopa Arroz Feijao Sopa Courgette Sorvetes De Damasco Souvlaki Spaghetti Receitas Tarte Espinafres Frango Tarte Fruta Natas Tomates Forno Video Racao Humana