,

Pesquisa personalizada
User-agent: Mediapartners-Google* Disallow:

8 de ago de 2012

Brigadeiro e Beijinho de Colher

Ingredientes do brigadeiro:
1 lata de leite condensado
100 grs de creme de leite
3 colheres de Nescau – para brigadeiro prefiro Nescau a cacau em pó.


Modo de Fazer:Misture todos os ingredientes em uma panela e leve ao fogo alto , mexendo até obter fervura. Abaixe o fogo e cozinhe até dar ponto de brigadeiro de colher . O brigadeiro ficará com a consistência de um creme levemente grossinho que depois de frio, ficará mais firminho. Distribua o brigadeiro nas colheres e polvilhe granulado.

Ingredientes do beijinho:1 lata de leite condensado
100 grs de creme de leite
100 grs de côco desidratado em flocos
Modo de Fazer:
Siga as mesmas instruções do brigadeiro de colher. Distribua o beijinho nas colheres e polvilhe côco ralado umedecido e adoçado.

Dia da Cerveja Brasileira

Depois de praticamente um mês de seu lançamento, eis que chega finalmente o tão esperado 5 de junho, o Dia da Cerveja Brasileira! A iniciativa dos Blogueiros Brasileiros de Cerveja – BBC de criar uma data que celebrasse as cervejas feitas no nosso país mobilizou o cenário cervejeiro nas últimas semanas. O esforço dos organizadores foi recompensado com uma enxurrada de apoios que, em muito, ultrapassaram as melhores expectativas.
Opções não faltam para quem quiser celebrar a cerveja brasileira. São 57 estabelecimentos (bares, lojas e e-shops), 2 clubes de cerveja e 19 cervejarias, além de distribuidores, Acervas, escolas de gastronomia… Todos esses apoiadores (veja a lista completa de apoios oficiais aqui) deram uma demonstração de união do mercado cervejeiro brasileiro e de amor pela cerveja do nosso país. Em nome do BBC e na qualidade de um dos organizadores do evento, agradeço de coração a todos os que acreditaram nessa ideia.
Desde promoções em bares, passando por ofertas em lojas virtuais, ninguém tem desculpa para deixar de beber uma boa cerveja nacional nessa data. Dá até pra aproveitar as promoções para garantir seu presente de Dia dos Namorados! Na lista de apoiadores, você ainda acha lugares para comprar uma camiseta bacana com tematica cervejeira e até cursos de cerveja caseira com desconto. Gosta de culinária e cerveja? Vários blogs postaram sugestões de harmonização e alguns lugares vão promover degustações dirigidas com beer sommeliers. Você pode inclusive fazer uma boa ação e trocar um agasalho por um chopp! Essa variedade de opções mostra que o Dia da Cerveja Brasileira não é apenas uma reles desculpa pra encher a cara, mas sim, uma data para exaltar tudo que envolve a cultura cervejeira do nosso país.
Não deixe de comemorar e de chamar todos os seus amigos! Fotografe a cerveja que você tomar e poste no Instagram, marque as cervejas brasileiras que consumir no Untappd, dê check-in no bar que você estiver no Foursquare, compartilhe os detalhes da sua festa no Facebook e no Twitter… enfim, use sempre a hashtag #diadacervejabrasileira nas suas postagens nas redes sociais para podermos fazer uma “cobertura ao vivo” dessa grande festa!
Vamos consolidar essa data no calendário cervejeiro nacional. Marque na agenda: a partir de hoje, o dia 5 de junho é o DIA DA CERVEJA BRASILEIRA! Comemoremos!

Bacalhau Espiritual


Bacalhau Espiritual
Para 4 pessoas

INGREDIENTES:
1,200 kg de Bacalhau Desfiado Dessalgado
( ou 1 kg de Bacalhau Desfiado Salgado e Seco )

600g de natas (creme de leite fresco
)
2 xíc. de molho bechamel
4 dentes de alho
3
cenouras raladas
3 cebolas picadas
10
0g de queijo ralado
10
0g de margarina
1 xíc. de azeite extra-virgem

Sal
Pimenta
Salsa Picada
Noz Moscada

MODO DE PREPARAR:
( Se o bacalhau é salgado e seco, deve antes ser dessalgado conforme as instruções. )

Levar ao fogo a margarina com o azeite, a cebola e o alho picados e as cenouras raladas. Juntar o bacalhau desfiado e temperar com sal e pimenta. Fazer o molho bechamel e misturar o bacalhau. Levar ao fogo, juntando as natas (creme de leite fresco), o queijo ralado e a salsa picada. Retirar do fogo e colocar num tabuleiro untado. Levar ao fogo a gratinar, polvilhando com queijo ralado e noz-moscada.
MOLHO BECHAMEL:
1 colher (sopa) de manteiga
1/2 colher (sopa) de farinha de trigo
1/2l de leite integral
Sal a gosto
Derreter a manteiga em uma panela média. Adicionar a farinha de trigo e mexer bem para não formar bolinhas. Tirar do fogo e acrescentar, aos poucos, parte do leite e sal, até dissolver a farinha. Retornar ao fogão, em fogo baixo, e continuar acrescentando, aos poucos, o restante do leite, até engrossar.

Bolo

bolo


3 ovos
2 xícaras de açúcar
3 xícaras de farinha de trigo
1 xícara de leite
100g de manteiga
1 colher das de sopa de fermento

Modo de Fazer

Bata as gemas com a manteiga e o açúcar, até ficarem claras e fofas. Acrescente o leite e por último os ingredientes secos ( peneirados) e misture, não é necessário bater.

Assar em forno pré aquecido ( 180 graus C).

pizza caseira

pizza delicia
ブラックサンダー

  • pizza pizza

  • Receita da pizza caseira

    Se você adora pizza, quando passa em frente a uma pizzaria fica com água na boca, iremos passar a receita  da massa da pizza caseira que é muito simples, você pode fazer em casa, chamar os amigos para passar a noite ou então passar a noite a sós com a namorada, veja e anote:
    Ingredientes
    2 copos duplos de farinha de trigo
    2 colheres de sopa de óleo
    1 colher de café de sal
    1 colher de café de açúcar
    Água morna
    2 tabletes de fermento de pão
    Modo de preparo
    Veja o melhor modo de preparar sua massa. Primeiramente pegue os copos de farinha e misture o óleo e a água morna e os dois tabletes de pão dissolvido juntamente com o açúcar e sal. Após misturar toda a massa, mexa bem, após sentir uma consistência leve a mão a massa e aperte a massa até sentir que está grudando em sua mão.
    Depois de feito isso deixe a massa descansar por 30 minutos. Unte a assadeira com manteiga e espalhe a massa. Agora é só coloque para assar, porém o forno deve estar aquecido 25 minutos antes. Ou se preferir asse também no fogão a lenha como nas tradicionais pizzarias, o sabor fica mais saboroso e mais crocrante.

    1 de ago de 2012

    eu so quero chocolate

    Onde e quando surgiu o primeiro pé de cacau?

    Os primeiros pés de cacau apareceram há milhões de anos na floresta amazônica, entre dois grandes rios situados ao norte da América do Sul: o Orenoco – que nasce nas Guianas e se estende por boa parte do território venezuelano – e o gigantesco Amazonas, cuja bacia abrange vários países, além do Brasil: Colômbia, Venezuela, Bolívia, Equador, Guiana e Peru. Depois, correntes migratórias nativas levaram a planta para a América Central, onde se desenvolveu a civilização maia e, mais adiante, até o México, onde habitaram os astecas.
    Quem inventou o nome chocolate?

    Há controvérsias. Alguns filólogos – estudiosos de idiomas – afirmam que a palavra de chocolate surgiu do termo xocolatl, que pertencia à língua falada pelos antigos astecas. Contudo, alguns historiadores argumentam que a palavra original era cacahuatl. O problema é que caca em espanhol tem significado pouco apetitoso. Por isso, os colonizadores teriam rebatizado juntando outras duas palavras nativas: choco (“amargo” em maia) e atl (água em asteca).
    Como os astecas receberam os europeus?

    Quando as caravelas espanholas apareceram pela primeira vez na linha do horizonte, os astecas acreditaram que estavam assistindo ao cumprimento de uma antiga profecia religiosa: a volta à terra do deus Quetzalcóatl, a serpente sagrada, que teria originalmente trazido o cacau do mundo das divindades para o mundo dos homens. Os historiadores afirmam que, ao confundir o colonizador Fernando Cortez com Quetzalcóatl, os astecas o receberam de braços abertos. Quando viram que estavam enganados já era tarde demais. Durante o processo de conquista, os espanhóis destruíram a complexa civilização nativa. E levaram o chocolate para a Europa.
    Só existe um tipo de cacau?

    Pesquisas feitas no código genético dos cacaueiros indicam que todas as variedades têm a mesma origem: a árvore que existia na floresta tropical amazônica. Quando a espécie migrou para outras regiões mais ao norte, na América Central e sul do México, passou por variações, decorrentes das condições de solo, clima e cultivo. Astecas e maias conheciam uma variedade que produz frutos grandes, com superfície enrugada e sementes com interior de cor branca ou violeta-claro. É o cacau criollo (nativo). Na Amazônia encontra-se a variedade de superfície mais lisa, com sementes de interior escuro, indo do violeta mais tinto até quase o preto. Foi a primeira variedade a aparecer. Como não era conhecida por astecas e espanhóis, acabou sendo batizada de forasteiro. Há ainda outras variedades, como os trinitários, mas todas originadas do cruzamento das duas principais.
    Qual o gosto do chocolate que os espanhóis bebiam?

    O preparo dos espanhóis diferia em um ponto crucial em relação à bebida amarga e original dos astecas: após torrar e moer as sementes de cacau vindas do outro lado do Atlântico, eles as misturavam com especiarias das mais variadas procedências, incluindo a baunilha, o cravo e a canela. Também chegaram a usar nozes e avelãs na mistura. Mas, principalmente, adicionavam bastante açúcar.

    O chocolate sofreu algum tipo de preconceito em sua chegada à Europa?

    A introdução do cacau na Europa foi, em geral, cercada de grande curiosidade e entusiasmo por parte da nobreza. Mas é verdade que houve quem visse propriedades malignas naquela bebida de cor escura, inventada por nativos do outro lado do Atlântico. A própria Madama de Sevigné, cortesã e escritora francesa que era apaixonada pela bebida, chegou a escrever a respeito de um hipotético – e obviamente falso – efeito colateral do chocolate. Segundo uma carta escrita por ela, uma conhecida aristocrata da corte, a Marquesa de Coetlogon, exagerara no consumo do produto durante a gravidez. “Ela deu à luz a um garotinho preto como o demônio”, horrorizou-se Madame de Sevigné.
    Qual foi o primeiro fabricante de chocolate em barras?

    Até então, o chocolate só era comercializado de duas formas: como líquido quente, nas luxuosas chocolatarias, ou em pó, uma invenção do holandês Coenrad van Houten, de 1828. Em 1847, a firma inglesa Bristol, Fly e Bons lançou as primeiras embalagens de chocolate sólido, com o seguinte slogan: ”Chocolate gostoso de comer”. Fez tanto sucesso e chamou tanta atenção que logo apareceram outros fabricantes concorrentes no mercado.

    Postagens populares

    Minha lista de blogs

    tang

    Abobora Doce Recheada Adimito Amendoas Bacalhoada Bolinho Caranguejo Bolinho Recheado Queijo Bolos Decorados Mecanico Calda Manjar Carne Receita Cerveja Creme De Maca Croqueta Frango Presunto Feito Cuscuz Marroquino Folhadinhos Rapidos Gelatina Abacaxi Hoteis Inquilinato Laranja Morangos Licor Ameixa Macas Glaceadas Massa Leitao Massas Yakisoba Menus Dia Namorados Microondas Pao Molho Requeijao Frango Molhos Especial Tender Muffins De Halloween Paelha Marisco Panquecas Ovos Pate De Caviar Pessego Receitas De Pimenta Limao Polpa Manga Receitas Castanhas Portuguesas Receitas Cheesecake Receitas Rapidas Natal Repolho Crespo Risotto Pato Saladas Vinaigrette Sobremesas De Copinhos Sopa Arroz Feijao Sopa Courgette Sorvetes De Damasco Souvlaki Spaghetti Receitas Tarte Espinafres Frango Tarte Fruta Natas Tomates Forno Video Racao Humana